TV Estadão 21.02.2015
TV Estadão 21.02.2015

Após goleada, Pato garante que São Paulo recuperou a confiança

Atacante faz dois contra o Audax e assume a artilharia isolada do Campeonato Paulista com seis gols marcados

CIRO CAMPOS, O Estado de S. Paulo

21 de fevereiro de 2015 | 19h40

Autor de dois gols na vitória do São Paulo sobre o Audax, neste sábado, o atacante Alexandre Pato destacou que o placar de 4 a 0 garante ao time a retomada de confiança para tentar a recuperação na Copa Libertadores, na próxima quarta-feira. O elenco passou dias de cobrança depois de perder na estreia para o Corinthians por 2 a 0 e agora aguarda a chance de se recuperar no Morumbi diante do Danubio, do Uruguai.

O camisa 11 chegou aos seis gols no Estadual e é o artilheiro da competição. A vitória veio em jogo em que a torcida gritou ao apito final "é, quarta-feira", em referência ao próximo confronto pelo torneio continental. "Depois de um clássico é normal a torcida e nós, jogadores, ficarmos tristes também. Uma vitória elástica dá mais confiança para quarta-feira", comentou Pato.

Pato ficou de fora da estreia pela Libertadores por questões contratuais. Emprestado ao São Paulo pelo Corinthians, o jogador explicou que para poder enfrentar o rival é necessário além de pagar uma multa, ter a autorização do clube do Parque São Jorge. Como isso sequer foi cogitado, o atacante viu pela televisão a derrota por 2 a 0 e garante ter entendido a cobrança pela reação na próxima rodada.

"Nada está decidido na competição. Temos ainda muitos jogos pela frente. A Libertadores é um campeonato difícil e com o apoio da torcida podemos ir muito longe. Não vejo a hora de jogar e estou pronto para isso", disse Pato, que deve ser titular contra a equipe uruguaia na vaga de Alan Kardec. Neste sábado o camisa 11 marcou o segundo e o terceiro gols da vitória. Michel Bastos marcou os outros tentos.


Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.