FRIEDEMANN VOGEL/ EFE
FRIEDEMANN VOGEL/ EFE

Após goleada por 6 a 2, Borussia perde Reus e Leverkusen demite técnico

Marco Reus sofre lesão muscular na coxa direita e sai de campo no primeiro tempo da partida

Estadao Conteudo

05 de março de 2017 | 12h06

Dois dos clubes alemães que estão vivos na Liga dos Campeões se enfrentaram no sábado e agora têm problemas para resolver antes de suas decisões pela competição continental. Durante a goleada por 6 a 2 sobre o Bayer Leverkusen, o Borussia Dortmund viu Marco Reus se machucar. Já o rival, humilhado, demitiu seu técnico.

Em Dortmund, a preocupação é com Marco Reus, que precisou ser substituído no primeiro tempo com uma lesão muscular na coxa direita e vai desfalcar a equipe por cerca de quatro semanas. Assim, ele está fora do duelo contra o Benfica, quarta-feira, na Alemanha.

O Borussia precisa vencer por dois gols de diferença depois de perder por 1 a 0 em Portugal. Ainda que avance, não deverá ter o seu atacante nas quartas de final.

No Leverkusen, claro, as consequências da goleada são maiores. O técnico Roger Schmidt não resistiu à terceira derrota seguida e acabou demitido neste domingo. Ele estava no cargo desde o começo da temporada 2014/2015.

A preocupação da diretoria é em conseguir dar novo ânimo para o elenco antes de visitar o Atlético de Madrid, na quarta-feira da semana que vem, dia 15. Os alemães perderam de 4 a 2 em casa e precisam de um milagre na Espanha. A equipe está só em nono no Alemão, distante da zona de classificação para mais uma Liga dos Campeões.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.