Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo

Após goleada, torcedores do Real protestam no CT

Líder do Espanhol tem segunda-feira conturbada, o mesmo que acontece com os clubes brasileiros após derrotas doloridas

O Estado de S.Paulo, O Estado de S. Paulo

09 de fevereiro de 2015 | 17h41

Protestos de torcedores após resultados ruins não são exclusividade do futebol brasileiro. O centro de treinamento do Real Madrid, atual campeão europeu e líder do Campeonato Espanhol, foi o palco da insatisfação da torcida com a derrota por 4 a 0 para o Atlético, no fim de semana. Cartazes exibiam a frase "Vuestra risa, nuestra vergüenza" (Seu riso, nossa vergonha) no CT de Valdebebas nesta segunda-feira. De acordo com o jornal "As", o presidente do clube, Florentino Pérez, esteve no local antes do treino para cobrar explicações para a má atuação e a goleada. Com a derrota para o Atlético e a vitória do Barcelona sobre o Bilbao, o Real ainda lidera, mas agora com apenas um ponto de vantagem. 

O motivo da insatisfação dos torcedores não foi apenas a goleada para o rival. Horas depois da partida, o atacante Cristiano Ronaldo foi flagrado em uma festa particular para comemorar seus 30 anos - as fotos vazaram e estamparam os sites espanhóis, outra semelhança com episódios vividos por clubes brasileiros. A imprensa espanhola também criticou os festejos após resultado tão negativo. 

A comemoração de Cristiano Ronaldo foi realizada em um restaurante em Madri, logo depois da partida no Estádio Vicente Calderón. Companheiros de elenco, entre eles, Marcelo e James Rodríguez, compareceram ao evento. As imagens da festa foram divulgadas pelo cantor colombiano Kevin Roldán, com quem Cristiano dividiu o palco. Em alguns momentos, o português até cantou ao microfone. 

Tudo o que sabemos sobre:
Fut interReal MadridCristiano Ronaldo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.