Bruno Cantini/Divulgação
Bruno Cantini/Divulgação

Após golear, Atlético-MG devolve provocação de Mano Menezes

Jogadores atleticanos imitam dança feita pelo técnico na partida de ida, em São Paulo; mineiros enfrentam Flamengo na semifinal

Estadão Conteúdo

16 de outubro de 2014 | 00h33

Depois de eliminar o Corinthians na Copa do Brasil, nesta quarta-feira, o Atlético-MG fez questão de imitar a dança feita pelo técnico Mano Menezes no jogo de ida. Segundo o elenco, foi uma forma de devolver a provocação e comemorar a heróica classificação à semifinal da competição, garantida com a vitória por 4 a 1.

"São as brincadeiras do futebol. O Mano fez, mas não tinha acabado o jogo. Gosto e respeito muito ele, mas o futebol é jogado", disse o atacante Diego Tardelli após o jogo. A comemoração citada pelos atletas do Atlético-MG foi na partida de ida, em São Paulo, logo após o último gol da vitória do Corinthians por 2 a 0.

Tardelli foi a surpresa na escalação da equipe. Depois de na terça jogar pela seleção brasileira contra o Japão em amistoso em Cingapura, viajou mais de 30h para poder entrar em campo como titular. "Ele foi fundamental, ao se colocar à disposição da equipe, queria jogar e foi muito importante", elogiou o técnico Levir Culpi.

A classificação do Atlético-MG ganho contornos de heroísmo depois do time ter levado 1 a 0 aos quatro minutos de jogo. A equipe, porém, reagiu e chegou ao quarto gol já no fim, com Edcarlos.

O favoritismo do Corinthians irritou o elenco, que desabafou depois do apito final, ao além de dançar, ironizar o adversário eliminado. "Antes do jogo vimos algumas pessoas já colocando Corinthians e Flamengo na semifinal. Mas vai ter que trocar o título do jornal", disse o lateral-direito Marcos Rocha.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.