Jon Super/AP
Jon Super/AP

Após histórico 5 a 5, Liverpool bate Arsenal nos pênaltis na Copa da Liga Inglesa

Foi o placar com maior número de gols marcados na história do clássico inglês

Redação, Estadão Conteúdo

30 de outubro de 2019 | 19h02

O Liverpool eliminou o Arsenal da Copa da Liga Inglesa, nesta quarta-feira, em Anfield Road, por 5 a 4, nos pênaltis, após um raríssimo empate por 5 a 5 no tempo normal. Foi o placar com maior número de gols marcados na história de rivalidade deste confronto, que teve início há 126 anos.

Durante os 90 minutos, o jogo foi aberto, sem preocupações defensivas. É verdade que muitos erros foram cometidos, mas vários gols bonitos foram feitos em belas jogadas realizadas por ambas as equipes.

Depois de iniciar na frente, o Liverpool levou a virada e o Arsenal esteve duas vezes na frente do placar com dois gols de vantagem: 3 a 1 e 4 a 2. A jovem equipe de Jürgen Klopp foi em busca da igualdade (4 a 4), mas viu o adversário marcar mais e abrir 5 a 4. O gol de empate dos donos da casa só veio nos acréscimos. A vitória histórica garantiu ao Liverpool uma vaga nas quartas de final da competição.

O JOGO 

Logo aos seis minutos do duelo desta quarta-feira, o Liverpool abriu o placar. Williams foi até a linha de fundo pela direita e cruzou para o desvio de Shkodran Mustafi para o próprio gol do Arsenal.

O gol no início deu a falsa impressão de que o líder do Campeonato Inglês e atual campeão europeu pudesse vencer com facilidade, mas o time de Londres não se abalou e foi em busca da virada. Em jogada do brasileiro Gabriel Martinelli pela esquerda, o uruguaio Lucas Torreira surgiu para igualar o placar, aos 18 minutos.

A partir daí, o oportunismo de Martinelli ganhou espaço. Aos 26, o ex-atacante do Ituano aproveitou o rebote do goleiro Caoimhin Kelleher e fez 2 a 1. Aos 36, o brasileiro apareceu livre na área e não desperdiçou: 3 a 1.

O Liverpool ainda conseguiu diminuir a desvantagem antes do intervalo, com um pênalti bem cobrado pelo capitão James Milner, aos 43 minutos. Mas o time da Terra dos Beatles voltou desatento para a segunda etapa e voltou a ver o rival marcar. Milner recuou curto para Kelleher. Ainsley Maitland-Niles roubou a bola, que sobrou para Özil tocar com classe para o gol de Niles, aos nove minutos.

Entretanto, o Liverpool, mesmo com um time misto, não estava morto. Alex Oxlade-Chamberlain acertou uma bomba de longe, aos 13 minutos. Aos 17, foi a vez de Divock Origi surpreender Kelleher com uma bela virada da entrada área.

Quando parecia que o time da casa iria conseguir uma virada espetacular, Joseph Willock, aos 25 minutos, ficou livre na intermediária e bateu colocado para fazer o quinto do Arsenal.

Os últimos 20 minutos foram bastante disputados e os dois times, mesmo bastante cansados, tiveram chances para balançar as redes. E o décimo gol do jogo veio aos 48 minutos, com um voleio de Origi, para levar ao delírio a torcida em Anfield Road.

A decisão da vaga foi para os pênaltis, que acabou tendo um placar com menos gols do que no tempo normal. No único erro de um dos dez batedores, o goleiro irlandês Kelleher defendeu a cobrança do espanhol Dani Ceballos e garantiu o 5 a 4 que levou o Liverpool às quartas de final da Copa da Liga Inglesa.

Manchester United passa de fase

Passando por um período ruim no Campeonato Inglês, o Manchester United obteve um resultado expressivo ao derrotar o Chelsea por 2 a 1, nesta quarta-feira, em Londres, e garantir vaga nas quartas de final da Copa da Liga Inglesa. Atual sétimo colocado do Inglês, 15 pontos atrás do líder Liverpool, o United levou a melhor sobre um rival que hoje ocupa o quarto lugar na principal competição do país, mas que acabou sucumbindo diante dos seus torcedores.

Os dois gols do time comandado pelo técnico Ole Gunnar Solskjaer foram marcados por Marcus Rashford no confronto acompanhado por 38.645 torcedores no Stamford Bridge. O primeiro, de pênalti, ocorreu aos 25 minutos do primeiro tempo. O segundo saiu aos 28 da etapa final, em uma linda cobrança de falta da intermediária.

O gol do Chelsea foi marcado aos 18 minutos do segundo tempo por intermédio do belga Michy Batshuayi. Ele brigou pela bola contra três defensores e bateu seco de fora área, então para empatar o duelo. Porém, a equipe dirigida por Frank Lampard não conseguiu sustentar a igualdade no placar e deu adeus à competição.

Outros resultados

Em outro jogo desta quarta-feira que fechou as oitavas de final, o Aston Villa derrotou o Wolverhampton por 2 a 1, em casa, e também se garantiu nas quartas de final da Copa da Liga Inglesa.

Um sorteio nesta quinta-feira vai definir os confrontos da próxima fase da competição. Além de United e Wolverhampton, o Liverpool foi outro a avançar nesta quarta ao eliminar o Arsenal. Os outros cinco classificados foram definidos em duelos na terça-feira e são os seguintes: Leicester, Colchester United, Everton, Manchester City e Oxford United.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.