JF Diorio/Estadão
JF Diorio/Estadão

Após ignorar erro na expulsão de Gabriel, árbitro corrige súmula do clássico

Thiago Duarte Peixoto fez retificação no documento da partida

O Estado de S.Paulo

23 Fevereiro 2017 | 12h08

A súmula do clássico entre Corinthians e Palmeiras recebeu uma retificação do árbitro Thiago Duarte Peixoto nesta quinta-feira. Após o documento online ser publicado no site da Federação Paulista de Futebol sem o relato do erro na expulsão do volante Gabriel, ele enviou uma correção.

"Após a partida, em análise de vídeo, constatei que o atleta a ser advertido, por cartão amarelo, por segurar seu adversário impedindo um ataque promissor, é o atleta de nº 30, sr. Maycon de Andrade Barberan, da equipe S. C. Corinthians, e não o atleta de nº 05, Sr. Gabriel Girotto Franco, da equipe S. C. Corinthians, que recebeu o segundo cartão amarelo, sendo expulso. Informo que o fato mencionado ocorreu aos 45+1 minutos do 1º tempo", escreveu o árbitro.

Logo depois do clássico, Thiago concedeu entrevista e admitiu o erro. A retificação da súmula era um procedimento natural. Agora, o Corinthians poderá entrar com um recurso para que o Gabriel não tenha de cumprir o jogo de suspensão. A próxima partida da equipe alvinegra será no sábado, contra o Mirassol, fora de casa.

Apesar da correção em relação ao lance da expulsão, o árbitro relatou outros incidentes no clássico. Segundo o documento, no intervalo do jogo, ele sofreu agressões verbais por parte de torcedores e dirigentes do Corinthians, que não foram identificados. Segundo o árbitro, ele foi chamado de "filho da p..., ladrão, safado".

Ele ainda relatou que a torcida do Corinthians acendeu sinalizadores na arquibancada, o que pode gerar uma punição ao clube. Reforçou, porém, que os sinalizadores não interferiram no início da partida. 

Mais conteúdo sobre:
FutebolPalmeirasCorinthians

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.