Após Keirrison, Palmeiras segue atrás de mais um atacante

Alviverde está interessado em Luiz Adriano, do Shakhtar Donetsk, da Ucrânia; Coelho também está na mira

Juliano Costa - Jornal da Tarde,

17 de janeiro de 2009 | 22h01

O Palmeiras está muito perto de contratar o atacante Luiz Adriano, do Shakhtar Donetsk, da Ucrânia. Representando a Traffic, o empresário André Cury se encontrará com dirigentes do clube ucraniano em Valência, na Espanha, na próxima quarta-feira.Veja também: Paulistão 2009 - TabelaConfira as novidades do mercado do futebol Dê seu palpite no Bolão Vip do LimãoVai apresentar uma proposta de 3 milhões de euros (R$ 9,2 milhões), o mesmo valor que o Shakhtar pagou ao Internacional para levar Luiz Adriano em 2007. Está otimista. Com o atacante, está tudo certo. "O Luiz Adriano quer jogar no Palmeiras", disse André Cury.Luiz Adriano é o segundo atacante do Shakhtar procurado pelo Palmeiras nas últimas semanas. O primeiro foi Brandão, que chegou a aceitar uma proposta salarial para jogar por empréstimo de um ano, mas acabou sendo vendido para o Olympique de Marselha, da França.Luiz Adriano tem 21 anos e é considerado um jogador promissor, daí o interesse da Traffic. Veloz e oportunista, autor de um gol no Mundial de Clubes da Fifa pelo Internacional, em 2006, ele teria, aos olhos da Traffic, maior potencial de revenda no futuro do que Kléber - cujo retorno ainda é esperado pela diretoria palmeirense, mas com a ajuda de outros empresários.Com Keirrison, Marquinhos, Luiz Adriano e Kléber, a diretoria acredita que estaria muito bem servida de atacantes. E ainda tem o meia Diego Souza, que pode ser usado na frente. A princípio, Luiz Adriano seria o reserva imediato de Keirrison, mas eles poderiam jogar juntos enquanto Marquinhos não se recupera de uma cirurgia de hérnia - a previsão é que comece a jogar na metade de fevereiro.MAIS REFORÇOSPara a posição de volante, a prioridade era Edinho, do Internacional, mas neste sábado ele fechou com o Lecce, da Itália. As opções agora são Edmílson, do Villarreal (Espanha), e Maldonado, do Fenerbahce (Turquia).Com relação ao primeiro, a diretoria do clube espanhol não se mostra disposta a liberá-lo, apesar de o jogador já ter demonstrado insatisfação com a reserva. Já Maldonado requisitou os serviços de seu empresário, Marcel Figer, para tentar a transferência do Fenerbahce para outro clube europeu. Se não conseguir, ele viria para o Palmeiras.Quem continua bem próximo de um acordo é o lateral-direito Coelho. O Palmeiras já recebeu um fax com a liberação do Bologna, clube ao qual o jogador estava vinculado. E o Corinthians, que detém seus direitos, também avisou que não se opõe ao negócio. Falta Coelho responder. Ele pediu um tempo porque passa por alguns problemas particulares.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.