Darko Vojinovic/AP
Darko Vojinovic/AP

Após levar goleada nas Eliminatórias da Euro, Sérvia demite treinador

Substituto de Mladen Krstajic ainda não foi definido

Redação, Estadão Conteúdo

13 de junho de 2019 | 14h54

Quase uma semana depois de levar 5 a 0 da Ucrânia, a seleção da Sérvia demitiu o técnico Mladen Krstajic nesta quinta-feira. O time venceu apenas um dos últimos quatro jogos disputados, entre amistosos e partidas das Eliminatórias para a Eurocopa de 2020. O nome do novo treinador ainda não foi definido.

Em sua primeira experiência como técnico, Krstajic assumiu a seleção sérvia pouco antes da Copa do Mundo da Rússia, no ano passado. Na competição, a equipe não passou da fase de grupos. Depois do Mundial, a Sérvia oscilou na Liga das Nações da Uefa e fez um início modesto nas Eliminatórias.

Empatou por 1 a 1 com Portugal, levou a goleada da Ucrânia, no dia 7 deste mês. E, logo em seguida, obteve a sua primeira vitória, sobre a Lituânia, por 4 a 1. Mesmo o triunfo não evitou a demissão de Krstajic. A seleção sérvia ocupa a terceira colocação do Grupo B, com quatro pontos, seis atrás da líder Ucrânia.

Krstajic, de 45 anos, se destacou como jogador da própria seleção e também no futebol alemão, com as camisas do Schalke e do Werder Bremen.

De acordo com a imprensa sérvia, o nome mais cotado para substituir Krstajic é Ljubisa Tumbakovic, ex-treinador de Montenegro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.