Após levar surra de 7 a 0 do Comercial, Portuguesa demite Péricles Chamusca

Diretoria anuncia 'comum acordo' para a saída do treinador; comissão técnica também sai

AE, Agência Estado

15 de abril de 2013 | 12h33

SÃO PAULO - O técnico Péricles Chamusca não é mais o técnico da Portuguesa. O clube anunciou de forma oficial, no final da manhã desta segunda-feira, a demissão do treinador, que acabou não resistindo no cargo depois da humilhante goleada de 7 a 0 para o Comercial, sofrida no último sábado, em Ribeirão Preto, pelo quadrangular final da Série A2 do Campeonato Paulista.

Por meio de nota publicada em seu site, a Lusa informou que a demissão foi definida na manhã desta segunda-feira em uma reunião entre a diretoria e o treinador, que acertaram o fim da passagem de Chamusca do clube "em comum acordo entre as partes".

A Portuguesa também confirmou as demissões do auxiliar de Chamusca, João Marcelo, do preparador físico Flávio Oliveira e do treinador de goleiros Marquinhos. Trabalhando ao lado destes profissionais, o agora ex-técnico da Portuguesa acumulou 14 vitórias, quatro empates e quatro derrotas em 22 partidas no comando da equipe.

Com a demissão de Chamusca, a Portuguesa será comandada por Edson Pimenta no jogo de volta contra o Naviraiense, nesta terça-feira, no Canindé, pela primeira fase da Copa do Brasil. Já na Série A2, o time está na vice-liderança do Grupo 3 do quadrangular final, com seis pontos, empatado com o Comercial, líder da chave pelo saldo de gols acumulado no massacre diante da Lusa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.