Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Alex Silva / Estadão Conteúdo
Alex Silva / Estadão Conteúdo

Após levar time ao mata-mata, Pintado renova com o São Caetano até 2020

Principal trunfo do treinador foi conquistar uma vaga na Série D do Campeonato Brasileiro de 2019

Estadão Conteúdo

22 de março de 2018 | 19h02

O São Caetano renovou o contrato do técnico Pintado após a eliminação no Campeonato Paulista. A derrota por 2 a 0 para o São Paulo no segundo jogo das quartas de final foi um duro golpe para o clube que sonhava em se classificar às semifinais, mas não atrapalhou o planejamento para a sequência da temporada. O principal trunfo do treinador foi conquistar uma vaga na Série D do Campeonato Brasileiro de 2019.

+ Confira a tabela do Campeonato Paulista

"Quando cheguei falei que não queria apenas passar por aqui. Queria deixar alguma coisa. Fico feliz por deixar um calendário de competição. Teremos agora o Paulista e o Brasileiro em 2019. Quero crescer junto com o São Caetano", confessou o técnico.

Pintado comandou o clube em nove partidas, com quatro vitórias, três empates e duas derrotas. Quando assumiu, Pintado chegou para brigar contra o rebaixamento no Paulistão, mas conseguiu emendar uma sequência de bons resultados para buscar uma improvável classificação no Grupo B. Agora, o foco do treinador no segundo semestre será a Copa Paulista, competição que pode dar uma vaga na Copa do Brasil.

"O mérito é de todos. O grupo de jogadores, diretoria. Todo mundo trabalhou muito para conseguirmos essa arrancada. Saímos da última colocação para terminar entre os oito primeiros colocados. Fico muito satisfeito e espero que seja o início de um novo São Caetano", completou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.