Nelson Perez| Divulgação
Nelson Perez| Divulgação

Após longa reunião, Santos e Levir Culpi adiam definição para terça

Clube e treinador ainda acertam alguns detalhes antes de bater o martelo

O Estado de S.Paulo

06 de junho de 2017 | 00h10

O técnico Levir Culpi reuniu-se nesta segunda-feira por quase cinco horas com a diretoria do Santos, em São Paulo, mas ainda não houve acordo para o treinador assumir a equipe. Uma nova reunião nesta terça-feira, com a presença do empresário de Levir, deve selar o compromisso.

De acordo com informações de pessoas ligadas ao Santos, Levir aceitou fazer um contrato de curta duração, até o final do ano - essa foi a proposta do presidente Modesto Roma Júnior, porque o clube passará por eleições. O salário também não seria empecilho. 

No entanto, apesar de duas das principais condições estarem praticamente resolvidas, os dirigentes não explicaram porque uma reunião tão longa terminou sem acordo. A expectativa é que presença do empresário de Levir, que vai abordar questões legais e detalhes como multa rescisória, resolva os detalhes pendentes.

Amanhã, contra o Botafogo, pelo Campeonato Brasileiro, o treinador do Santos será Elano. Ele vai ter como auxiliar Márcio Fernandes, reintegrado à comissão técnico com a demissão de Dorival Júnior.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.