Alexandre Schneider/AFP
Alexandre Schneider/AFP

Após mais um gol, Pepê comemora bom momento pelo Grêmio: 'Feliz em ajudar'

Atacante, que havia sido decisivo contra o Inter, abriu o caminho da vitória sobre a Universidad Católica

Redação, O Estado de S.Paulo

29 de setembro de 2020 | 22h55

Assim como aconteceu na semana passada, quando marcou o gol que deu a vitória no clássico sobre o rival Internacional, o atacante Pepê foi fundamental para que o Grêmio ganhasse da Universidad Católica-CHI, por 2 a 0, na noite desta terça-feira, na Arena do Grêmio.

Aos 23 anos e no profissional do clube desde 2017, Pepê recebeu a missão de substituir Everton Cebolinha, negociado com o Benfica-POR. A tarefa não é nada fácil, mas os gols marcados nas últimas duas partidas pela Copa Libertadores mostram que o atacante está pronto para cumprir a missão.

"Graças a Deus, estou em um bom momento e tenho ajudado meus amigos com gols. Isso é fundamental. Cada gol é importante para mim e fico feliz em ajudar meus companheiros", disse Pepê.

O gol sobre a Universidad Católica-CHI completa uma noite perfeita para o atacante, que antes de a bola rolar foi homenageado pelos 100 jogos realizados com a camisa gremista - marca completada no Gre-Nal da semana passada. Pepê recebeu das mãos do presidente Romildo Bolzan Júnior uma camisa com o número 100 nas costas e uma placa comemorativa.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.