José Luis Silva/ CA Linense
José Luis Silva/ CA Linense

Após mal começo na Série A2 paulista, Guilherme Alves deixa comando da Portuguesa

Time do Canindé está na 13.ª colocação com quatro pontos, somente um da zona de rebaixamento

Estadão Conteúdo

06 de fevereiro de 2018 | 21h14

Guilherme Alves não é mais técnico da Portuguesa. Em comunicado oficial divulgado nesta terça-feira, o clube anunciou que o treinador optou por entregar o cargo após uma reunião com o presidente Alexandre Barros e outros membros da diretoria.

+ Pela Série A2, Portuguesa joga mal no 2º tempo e perde do líder Oeste no Canindé

O time da capital vive um momento delicado no Campeonato Paulista da Série A2 - a segunda divisão estadual. No momento ocupa a 13.ª colocação com quatro pontos, a somente um da zona de rebaixamento.

A pressão sobre Guilherme Alves cresceu aos poucos e se intensificou após derrota por 3 a 0 para o Oeste, no estádio do Canindé, em São Paulo, pela sexta rodada. A partida ficou marcada por um protesto inusitado da torcida, que interceptou um motoboy e comeu as 10 pizzas que seriam entregues aos jogadores após o jogo.

A decisão pela saída dele demorou a ser tomada, já que o jogo em questão foi disputado na última terça-feira, dia 30 de janeiro, e desde então o time não voltou a campo. Além da troca no comando, a diretoria ainda deve dispensar alguns atletas e analisar novas contratações.

Guilherme Alves foi contratado em novembro de 2017, como sucessor de PC Gusmão. Isso depois de uma temporada na qual o time fracassou no Campeonato Brasileiro da Série D e na Copa Paulista, ficando sem competição nacional em 2018.

O técnico deixa a Portuguesa depois de uma vitória, um empate e três derrotas em cinco jogos. O seu próximo jogo será contra o Votuporanguense, neste sábado, às 16 horas, em Votuporanga (SP).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPortuguesa de Desportos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.