Lucas Merçon/Fluminense
Lucas Merçon/Fluminense

Após marcar de barriga, Ganso evita comparação com gol histórico de Renato Gaúcho

Meia anota o primeiro gol pelo Fluminense na vitória sobre o Ypiranga-RS, pela Copa do Brasil

Redação, Estadão Conteúdo

07 de março de 2019 | 00h14

O primeiro gol de Paulo Henrique Ganso com a camisa do Fluminense aconteceu de uma maneira que trás ótimas lembranças à torcida tricolor: no Maracanã e de barriga. Mesmo assim, o jogador tratou de evitar comparações com o histórico lance de Renato Gaúcho, contra o Flamengo, na final do Campeonato Carioca de 1995.

Nessa quarta-feira, Ganso marcou pela primeira vez na vitória por 3 a 0 sobre o Ypiranga-RS, em partida que valeu a classificação para a terceira fase da Copa do Brasil. Antes dele, Everaldo e Luciano já tinham aberto a vantagem do time carioca.

"Tem uma grande diferença. Um gol decidiu o título e o outro, de hoje, ajudou na classificação. Fico feliz pela classificação e pela atuação de toda a equipe", disse o camisa 10 após a partida.

Em atuação segura, o Fluminense construiu o placar nos primeiros minutos e manteve domínio na posse de bola durante todo o tempo, evitando qualquer tipo de reação do adversário.

"Foi mais um jogo de muita posse de bola. A gente tem que fazer isso mesmo, tocar a bola até encontrar as chances de gol. O time já entendeu bem isso e vem funcionando. Fizemos nossa obrigação, que era vencer, e agora podemos pensar nos próximos jogos", analisou Ganso.

O Fluminense volta a campo no próximo domingo, quando joga novamente no Maracanã, dessa vez recebendo a Cabofriense pela terceira rodada da Taça Rio.

Mais conteúdo sobre:
FluminensefutebolGanso

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.