Abedin Taherkenareh/Reuters
Abedin Taherkenareh/Reuters

Após marcar dois em goleada belga, artilheiro Lukaku mostra preocupação com lesão

Camisa 9 da Bélgica saiu de campo no segundo tempo com um problema no tornozelo esquerdo

Gonçalo Junior, enviado especial / Moscou, O Estado de S.Paulo

23 Junho 2018 | 13h50

Artilheiro da Copa do Mundo ao lado de Cristiano Ronaldo com quatro gols, o atacante Romelu Lukaku mostrou preocupação com a lesão que o tirou do jogo no qual a Bélgica venceu a Tunísia por 5 a 2, neste sábado, em Moscou. O autor de dois gols no confronto foi substituído no segundo tempo por causa de uma lesão no tornozelo esquerdo.

+ Com Lukaku artilheiro, Bélgica goleia Tunísia e fica perto de vaga

+ Boniek tenta minimizar pressão em Lewandowski, mas o compara com Messi e CR7

+ Com titulares poupados, seleção faz treino leve após vitória sobre a Costa Rica

"Sim, é uma preocupação para a próxima partida. Vou falar com o médico para ver a situação. Espero que não seja nada grave", afirmou o atacante após a partida no estádio do Spartak. "Fizemos uma grande partida. O time se mostrou consistente e aproveitou as oportunidades. Foi um grande jogo", completou o jogador do Manchester United.

Antes da lesão, Lukaku foi a principal referência do ataque belga. Com os dois gols de deste sábado, ele se consolidou como o maior artilheiro da história da seleção. Fez 40 gols em 71 jogos disputado pela equipe nacional.

 

E o atacante de família congolesa protagonizou um lance inusitado ainda no primeiro tempo deste duelo em Moscou. Após uma disputa com o goleiro da Tunísia, ele caiu, mas rapidamente se levantou e sinalizou ao árbitro que não havia sido falta. O jogador temia que pudesse ser advertido com cartão amarelo por simulação.

Na próxima quinta-feira, às 15 horas (de Brasília), em Kaliningrado, a Bélgica vai enfrentar a Inglaterra para definir o campeão do Grupo G do Mundial. O técnico Roberto Martínez deverá escalar um time misto para recuperar os seus atletas visando as oitavas de final. Eden Hazard teve uma lesão na panturrilha e Mertens saiu de campo com dores no tornozelo.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.