Daniel Teixeira / Estadão
Daniel Teixeira / Estadão

Após marcar pelo São Paulo, Antony desconversa sobre interesse de clubes europeus

Atacante está na mira do Borussia Dortmund e do RB Leipzig, ambos da Alemanha

Guilherme Amaro, O Estado de S.Paulo

05 de dezembro de 2019 | 00h50

Destaque do São Paulo na vitória por 2 a 1 sobre o Internacional e um dos principais atletas da temporada, apesar da pouca idade, o atacante Antony desconversou sobre a possibilidade de deixar o clube ao fim deste ano. O jogador de 19 anos está na mira do Borussia Dortmund e do RB Leipzig, ambos da Alemanha.

Na saída de campo, ao ser questionado se seu último jogo pelo São Paulo seria contra o CSA, domingo, no encerramento do Brasileirão, Antony se esquivou. "Não sei se vai encerrar (a passagem pelo clube). Minha cabeça está focada no São Paulo, no CSA e acabou", afirmou o garoto, autor de um dos gols do time diante do Inter.

Na zona mista do Morumbi, onde acontecem as entrevistas, Antony não quis conceder entrevistas. Ele abriu o marcador contra o Internacional e ainda deu assistência para o gol de Vitor Bueno. Com a vitória por 2 a 1, o São Paulo garantiu vaga na fase de grupos da Copa Libertadores da América de 2020.

Na janela de transferências do meio deste ano, o São Paulo recusou proposta de 20 milhões de euros (mais de R$ 85 milhões na época) do Manchester City, da Inglaterra, pelo atacante. Logo em seguida, o clube paulista renovou o contrato do atacante até junho de 2024, com multa rescisória de 50 milhões de euros (atualmente mais de R$ 230 milhões). O São Paulo não espera vendê-lo por esse valor. Mas também não descarta sua saída.

Após adotar a postura de manter os jogadores no meio do ano, o São Paulo precisará vender nesta próxima janela de transferências. O clube registrou déficit de R$ 76,5 milhões entre janeiro e agosto e precisa equilibrar as contas. Não está descartado também fazer trocas com outros tiomes e, ao menos, economizar, nos sálários.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.