Umit Bektas / Reuters
Umit Bektas / Reuters

Após mudanças de última hora, Uefa confirma Istambul como sede da final da Liga dos Campeões em 2023

Cidade turca recebe decisão do torneio depois de ter planos frustrados pela pandemia em 2020 e 2021

Redação, O Estado de S.Paulo

16 de julho de 2021 | 18h18

A Uefa confirmou nesta sexta-feira que a final da Liga dos Campeões da temporada 2022-2023 será em Istambul, na Turquia. Inicialmente, a cidade receberia a decisão em 2020 e depois em 2021, mas acabou não sediando devido à pandemia de covid-19.

As duas últimas decisões do torneio foram realizadas em Portugal. Em 2020, o Bayern superou o Paris Santi-Germain por 1 a 0, em Lisboa. Naquele ano, a cidade também recebeu as quartas e semifinal do torneio europeu, em um sistema de bolha para evitar contágio pela corornavírus. 

Em 2021 a competição seguiu a programação normal, mas a final foi transferida na última hora devido à pandemia, passando de Istambul para o Porto. O Chelsea foi o grande campeão, vencendo o Manchester City por 1 a 0.  

Na temporada 2021-2022, a final da Liga dos Campeões será em São Petersburgo, na Rússia. Londres e Munique sediarão as finais em 2024 e 2025.

Por causa da aceleração da vacinação no continente, os torneios nacionais europeus devem retomar a presença de público a partir desta temporada. Assim como na Eurocopa, a comprovação de testes negativos e o uso de máscaras deve ser adotado para evitar contaminações. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.