Pierre Philippe Marcou / AFP
Pierre Philippe Marcou / AFP

Após não descartar United, Griezmann renova com Atlético de Madrid

Atacante francês firma acordo para seguir defendendo a equipe até junho de 2022

Estadão Conteúdo

13 de junho de 2017 | 10h54

Depois de não ter descartado, logo após término da última temporada europeia, a possibilidade de se transferir para o Manchester United, Antoine Griezmann acertou oficialmente nesta terça-feira a renovação do seu contrato com o Atlético de Madrid por mais um ano. Eleito o terceiro melhor jogador do mundo na última eleição da Fifa, o atacante francês firmou acordo para seguir defendendo a equipe espanhola até junho de 2022.

No Atlético desde a temporada 2014/2015 e anteriormente com contrato a vencer em 2021, o jogador tem sido o principal artilheiro do time madrilenho desde então e, ao confirmar o novo compromisso com o clube, chegou a "pedir desculpas a quem entendeu mal as suas declarações" quando foi questionado pela imprensa recentemente sobre a possibilidade de passar a defender o United.

O jogador admitiu que talvez tenha se "expressado mal" ao falar sobre o seu futuro e comemorou o novo contrato que afasta de vez as especulações de uma possível saída do clube. "Desde que cheguei dei tudo de mim por meu clube, meus companheiros e minha comissão técnica. E estou muito feliz de voltar a viver uma temporada a mais com todos vocês", garantiu o goleador de 26 anos.

Após a sua chegada ao Atlético em 2014, Griezmann ajudou o time a conquistar a Supercopa da Espanha daquele ano ao vencer o Real Madrid na decisão, na qual deu o passe para Mandzukic fazer o gol da vitória por 1 a 0 no duelo de volta da final. Depois, atuou de forma decisiva também na campanha que levou o Atlético à decisão da Liga dos Campeões na temporada 2015/2016, perdendo o título nos pênaltis justamente para o Real no confronto que valeu a taça em Milão.

Na última temporada europeia, o francês disputou 53 partidas pelo Atlético e marcou 25 gols, sendo 22 deles pelo Campeonato Espanhol. Ao total, ele contabiliza 83 bolas na rede em 160 jogos com a camisa do time madrilenho.

Após o término do último Espanhol, Griezmann chegou a dizer que tinha uma chance de "seis em dez" de se transferir para o Manchester United, mas ao mesmo tempo indicou que tinha "sete em dez" de probabilidade de seguir no Atlético, o que agora acabou se confirmando.

Além disso, o jogador indicou em entrevista ao canal francês TF1 que sair agora da equipe espanhola seria um "golpe sujo" depois que a Corte Arbitral do Esporte (CAS) negou o recurso apresentado pelo Atlético, que não teve sucesso em sua tentativa de reverter a punição da Fifa que impede o clube de realizar contratações até janeiro de 2018 por causa de irregularidades em transferências de jogadores menores de idade.

O time foi punido por causa da contratação de dezenas de atletas com menos de 18 anos de idade em prática que teria violado as regras da Fifa e configurado tráfico internacional de menores, levando crianças para fora de seus países de origem.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.