Tony Gentile
Tony Gentile

Após nova derrota, Napoli garante deixar Liga dos Campeões de cabeça erguida

Equipe italiana até assustou ao dominar o começo do jogo no estádio San Paolo, mas acabou perdendo por 3 a 1

Estadao Conteudo

08 de março de 2017 | 11h30

Apesar de todo o esforço, o Napoli caiu de novo por 3 a 1 para o Real Madrid e foi eliminado nas oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa. Ainda assim, o time italiano garantiu que deixou o torneio continental com a cabeça erguida e aspectos positivos a celebrar, afinal, deu muito trabalho ao gigante espanhol.

"Eu acho que fizemos um grande jogo e isso é a prova de que podemos jogar contra qualquer um e isso vai nos ajudar a ter um grande final de temporada", disse o brasileiro Allan, após o revés em casa.

Batido por 3 a 1 em Madri, o Napoli deu a impressão de que poderia empreender uma reviravolta na série ao dominar o primeiro tempo e abrir o placar com Dries Mertens aos 24 minutos. Porém, na etapa final, esse sonho acabou após Sergio Ramos marcar dois gols de cabeça - em um deles, a bola desviou em Mertens. E Alvaro Morata ainda marcou outro para definir novo triunfo por 3 a 1 do atual campeão europeu.

"Nossa moral está ótima porque nós jogamos no mesmo nível do Real Madrid. Nós precisamos ficar calmos e manter a nossa mente focada na liga", disse. "Temos dois jogos difíceis agora e temos que vencer para ficar em cima. Temos que deixar isso para trás. Claro que vamos olhar onde cometemos erros para não repeti-los e chegarmos prontos no domingo para vencer o jogo".

O Napoli está em terceiro lugar no Campeonato Italiano, dois pontos atrás da Roma. O time receberá o Crotone no próximo domingo e depois viajará para visitar o Empoli na semana seguinte. Os dois times lutam contra o rebaixamento no torneio nacional.

O grande teste virá depois da pausa no torneio para compromissos das seleções nacionais, quando o time terá pela frente a líder Juventus. Após perder o jogo de ida das semifinais da Copa da Itália por 3 a 1, a equipe tentará reverter a vantagem do time de Turim em 5 de abril. Três dias antes, os times se enfrentarão pelo Campeonato Italiano.

"Não há desapontamento esta noite. Nós fomos extraordinários e foi um sucesso para nós tornar o confronto tão difícil para um adversário de calibre tão alto", disse o presidente do Napoli, Aurelio De Laurentiis. "Estou convencido de que o Napoli ainda terá uma temporada muito bonita. E estou certo de que daremos uma boa impressão de nós mesmos também nos dois próximos jogos contra a Juve".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.