JF Diorio/Estadão
JF Diorio/Estadão

Após nova vitória, São Paulo já almeja 'algo maior' no Brasileirão

Time sobre da 18.ª colocação para 13.ª e jogadores agradecem a torcida

FERNANDO FARO, Agência Estado

19 de setembro de 2013 | 08h57

SÃO PAULO - A exemplo do que aconteceu contra a Ponte Preta, os jogadores do São Paulo comemoraram efusivamente o triunfo sobre o Atlético-MG, batido por 1 a 0, na noite desta quarta-feira, no Morumbi, e fizeram questão de agradecer à torcida, que reconheceu o esforço dos atletas e aplaudiu de pé assim que Leandro Vuaden encerrou o confronto. Os sorrisos e abraços ajudavam a traduzir a carga que começa a sair das costas do grupo.

E timidamente o discurso dos atletas começa a mudar; sai a temática da fuga do rebaixamento e entra a possibilidade de brigar por "algo maior". O time tricolor, que há uma semana era o 18.º colocado, agora está temporariamente na 13.ª posição do Campeonato Brasileiro e a oito pontos do G-4. "Temos que ter muita calma, é um passo de cada vez. Conseguimos formar um time aplicado, com vitórias importantes. É cedo para pensar em coisas grandes, precisamos dar mais um passo pra fugir da zona de rebaixamento e aí sim pensar em coisas melhores", disse Luis Fabiano.

Conter a euforia do elenco já se tornou um dos desafios de Muricy Ramalho. O treinador quer ver primeiro o time em situação mais confortável na classificação para então pensar em voos maiores. Rogério Ceni raciocina da mesma forma que o treinador, mas o astral do goleiro é visivelmente diferente de poucas semanas atrás.

"Ser campeão não dá, até o G-4 é complicado, mas vamos pensar jogo a jogo, é o melhor a se fazer", disse o ídolo, que chegou à marca de 1.100 jogos pelo clube.

Muricy não poderá contar com Maicon contra o Goiás, no domingo, no Serra Dourada. Ele recebeu o terceiro cartão amarelo. Rafael Toloi, que cumpriu suspensão nesta quarta-feira, fica à disposição novamente.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoSão Paulo FC

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.