Ronaldinho Gaúcho confirma saída do Querétaro

Aventura do craque brasileiro no futebol mexicano dura nove meses

Estadão Conteúdo

20 de junho de 2015 | 09h16

Chegou ao fim a trajetória de Ronaldinho Gaúcho com a camisa do Querétaro. Nove meses após sua chegada ao clube mexicano, o próprio craque utilizou as redes sociais para anunciar que está o deixando, sem revelar qual será seu destino. No momento, a preocupação do jogador é "aproveitar as férias para descansar e pensar no futuro".

Ronaldinho confirmou que assinou sua rescisão contratual na noite de sexta-feira. Em sua página no Instagram, aproveitou para fazer agradecimentos e mostrou muito carinho pela torcida mexicana. "Muito obrigado a nação Gallos Blancos, que me incentivou, que me deu muito orgulho de vestir esta camisa e defender este clube... Gallos para sempre! Em julho estarei no México e prometo me despedir pessoalmente!", escreveu.

O Querétaro foi o sétimo clube da carreira de Ronaldinho, já em uma nova fase, sem o mesmo brilho e condição física que marcaram a trajetória de um dos principais jogadores da história do futebol brasileiro. Mesmo assim, a passagem pelo clube mexicano parece ter mexido com o craque.

 

Meus amigos sempre me perguntam onde foi meu melhor momento, qual foi o melhor país, qual foi o melhor time, quem joga mais do que quem, enfim, perguntas difíceis, quase sempre sem uma resposta definitiva... - Tenho recebido ao longo destas quase duas décadas de futebol demonstrações de carinho, de amor, respeito e acolhimento que cada uma delas em seu momento tomam proporções de grande importância, mas tenho que admitir que nunca recebi tratamento igual em cada cidade que viajei para jogar, em cada hotel e em cada vôo, sem falar do episódio no estádio Azteca, um carinho tão grande de todo um país, de um povo que ama o Brasil e os brasileiros, que ama futebol e que me fez muito feliz!!! - Quero agradecer de coração a toda nação mexicana por todos os dias que convivi com gente tão especial, vocês ficarão para sempre em meu coração!!! Aos Meus colegas de equipe, sem distinção nenhuma, meu muito obrigado por cada dia de trabalho, cada momento, cada gargalhada, nossas conversas no hotel, aprendi muito nesta estada. - Obrigado aos meus diretores por acreditarem neste projeto, que é exitoso e início de um grande futuro. Ao convívio com a imprensa local e internacional, que muitas vezes não conseguimos atender como gostaria. A todos meu muito obrigado, em especial aos meus amigos Arturo Villanueva, Mario pintos e ao incansável Maurício Vergara que me ajudou em todas etapas desde a chegada até a hora de assinar a rescisão hoje a noite. - Muito obrigado a nação Gallos Blancos , que me incentivou, que me deu muito orgulho de vestir está camisa e defender este clube... - Gallos para sempre!!! - Em julho estarei no México e prometo me despedir pessoalmente!!!! - Obrigado @clubqueretaro! Obrigado México! - Agora vou aproveitar as férias para descansar e pensar no futuro!!! Obrigadoooooooo

Uma foto publicada por Ronaldo de Assis Moreira (@ronaldinhooficial) em

"Tenho recebido ao longo destas quase duas décadas de futebol demonstrações de carinho, de amor, respeito e acolhimento que cada uma delas em seu momento tomam proporções de grande importância, mas tenho que admitir que nunca recebi tratamento igual em cada cidade que viajei para jogar, em cada hotel e em cada voo, sem falar do episódio no estádio Azteca, um carinho tão grande de todo um país, de um povo que ama o Brasil e os brasileiros, que ama futebol e que me fez muito feliz!", relatou.

Em nove meses, Ronaldinho vestiu a camisa do Querétaro em 32 oportunidades, tendo anotado oito gols. Não conquistou nenhum título, mas passou perto com a campanha do vice na última edição do Campeonato Mexicano, ao cair para o Santos Laguna na decisão. Em meio a tantos agradecimentos, o jogador não se esqueceu dos companheiros de equipe.

"Quero agradecer de coração a toda nação mexicana por todos os dias que convivi com gente tão especial, vocês ficarão para sempre em meu coração! Aos meus colegas de equipe, sem distinção nenhuma, meu muito obrigado por cada dia de trabalho, cada momento, cada gargalhada, nossas conversas no hotel, aprendi muito nesta estada", disse.


Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.