Rosiron Rodrigues/ Goiás
Rosiron Rodrigues/ Goiás

Após novos casos de covid-19, Goiás visita Ceará com retorno de treinador

Apesar de ocupar a lanterna na classificação, a equipe esmeraldina não perde há dois jogos

Redação, Estadão Conteúdo

27 de setembro de 2020 | 13h46

O Goiás enfrenta o Ceará, neste domingo, às 18h15, na Arena Castelão, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro. A principal novidade na delegação é Thiago Larghi.

O treinador testou positivo para covid-19 no dia 18 de setembro e ficou afastado dos trabalhos presenciais desde então. Recuperado, Larghi foi liberado para viajar com a delegação esmeraldina. Por outro lado, o clube anunciou na sexta-feira que dois jogadores testaram positivo para o novo coronavírus e foram colocados em isolamento. Os nomes dos contaminados não foram revelados.

Uma mudança na lateral-esquerda será necessária em relação ao time que ganhou do Internacional, por 1 a 0, na décima rodada, porque folgou na última quando enfrentaria o Flamengo, disputando a Copa Libertadores. Expulso, Jefferson cumpre suspensão automática e dá lugar para Caju.

Thiago Larghi teria o retorno do zagueiro Rafael Vaz, que cumpriu suspensão contra o Inter, mas o jogador recebeu uma proposta do Al Khor, do Catar, e deixou o clube. Nesta sexta-feira, ele se despediu dos companheiros.

Com três jogos adiados neste Brasileirão, o Goiás ocupa a lanterna, com apenas oito pontos. Por tudo isso, a partida no Ceará é encarada como uma final pelos jogadores esmeraldinos. "A nossa vitória contra o Inter nos deu motivação, nos deu uma confiança ainda maior. A gente tem que encarar esse jogo contra o Ceará realmente como uma final, porque a importância de uma vitória é gigantesca para nós", comentou o goleiro Tadeu.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.