Mailson Santana/Fluminense
Mailson Santana/Fluminense

Após o Botafogo, Fluminense entra com ação no TJD para não jogar pela Taça Rio

Clubes querem entrar em campo pelo Campeonato Carioca apenas em julho e não na próxima segunda-feira

Redação, O Estado de S.Paulo

18 de junho de 2020 | 18h50

Após o Botafogo, o Fluminense entrou com uma ação, nesta quinta-feira, no Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro (TJD-RJ) para não ser punido por W.O. e para remarcar suas partidas do dia 22 e 25 de junho para 1º e 4 de julho. 

O clube das Laranjeiras não concorda com a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj) em retomar a disputa da Taça Rio, por causa do quadro da pandemia do coronavírus no Estado. O time tem jogo marcado para segunda-feira contra o Volta Redonda.

Na terça-feira, depois do arbitral que definiu o retorno do Campeonato Carioca para esta semana, o presidente Mário Bittencourt já tinha avisado ir à Justiça para não entrar em campo. Na quarta-feira, o prefeito Marcelo Crivella pediu para a Ferj não punir Fluminense quanto Botafogo com W.O. e sugeriu que os times possam jogar somente em julho. 

Restam duas rodadas para o fim da fase de grupos da Taça Rio, o segundo turno do Campeonato Carioca. O Botafogo é o quarto colocado do Grupo A com quatro pontos, empatado com o Bangu, em terceiro, e dois atrás do Boavista, em segundo, posição que vale a última vaga da chave.

O Fluminense lidera o Grupo B com nove pontos e pode garantir vaga direto para a final do campeonato por ter a melhor campanha geral, pois soma no total 24 pontos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.