Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Lee Smith/Reuters
Lee Smith/Reuters

Após oito meses afastado por lesão, Rafinha é liberado para reforçar o Barça

Em abril, o meia precisou ser submetido a uma artroscopia para corrigir um problema no menisco interno

Estadão Conteúdo

18 de dezembro de 2017 | 15h10

Foram oito meses de recuperação, mas a boa notícia finalmente veio nesta segunda-feira. Após uma grave lesão e longo afastamento, o meia Rafinha Alcântara recebeu alta médica e foi liberado para voltar a atuar pelo Barcelona, o que pode acontecer no clássico diante do Real Madrid, neste sábado, pelo Campeonato Espanhol.

Messi descarta clima de final para clássico entre Barcelona e Real Madrid

Rafinha está afastado dos gramados desde o dia 2 de abril. Na ocasião, durante um duelo com o Granada, caiu sentindo muitas dores no joelho após lance fortuito. Examinado, precisou ser submetido a uma artroscopia para corrigir um problema no menisco interno.

A recuperação, porém, não aconteceu como previsto. Rafinha voltou a sentir dores no local ao longo do processo, o que fez com que precisasse novamente ser submetido a cirurgia. Novo período de recuperação, que acabou há dez dias, quando ele voltou a treinar com o elenco catalão.

Até pelo longo período afastado, porém, a tendência é que Rafinha não entre em campo em um duelo da importância do clássico do fim de semana. Por isso, o jogador só deve atuar em 2018. Após encarar o Real, o próximo jogo do Barcelona será diante do Celta de Vigo, dia 4 de janeiro.

Tudo o que sabemos sobre:
Barcelona [Futbol Club Barcelona]

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.