Kerstin Joensson/AP
Kerstin Joensson/AP

Após ouvir recusa, treinador veta Tevez no Manchester City

Jogador se nega a entrar em campo e Mancini diz que ele não joga mais no clube

AE, Agência Estado

27 de setembro de 2011 | 18h54

MUNIQUE - Após a derrota para o Bayern de Munique, nesta terça-feira, o técnico do Manchester City, Roberto Mancini, revelou que o atacante Carlos Tevez se recusou a entrar em campo no segundo tempo da partida válida pela Liga dos Campeões.

Indignado com a recusa, o treinador afirmou que o argentino não jogará mais no Manchester City sob o seu comando. "Isto não pode acontecer em um clube grande como este. Se nós quisermos melhorar o aproveitamento do time, Carlos não pode mais jogar conosco. Para mim, não há mais espaço para ele aqui", declarou Mancini.

O técnico explicou que pretendia colocar o jogador em campo aos 10 minutos do segundo tempo, na tentativa de reverter a derrota por 2 a 0, fora de casa. Tevez, no entanto, se recusou a fazer o aquecimento e, depois, se negou a entrar em campo. "Estou muito decepcionado porque não esperava isso dele".

A atitude do argentino deve piorar a já conturbada relação do atleta com o clube inglês. E pode aproximar o atleta do Corinthians. Após ter frustrada a negociação com o argentino em julho, o presidente Andrés Sanchez prometeu contratar o jogador em 2012.

Infeliz na Inglaterra, Tevez vem tentando deixar o Manchester City desde o início do ano. Depois de ser cotado para defender o Corinthians, o atacante tem recebido poucas oportunidades no time. Nesta temporada, só jogou 90 minutos na partida contra o Birmingham, na semana passada, pelo Copa da Liga Inglesa.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolManchester CityManciniTevez

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.