Após pancada na cabeça, santista Thiago Maia passa bem

O volante Thiago Maia não sofreu grandes consequências após o choque de cabeça com Leandro Almeida no clássico entre Palmeiras e Santos neste domingo, pelo Campeonato Brasileiro. Após o incidente, Thiago Maia caiu desacordado no gramado e teve de usar um colete cervical.

GONÇALO JUNIOR, Estadão Conteúdo

20 de julho de 2015 | 11h25

O próprio volante do Santos usou as redes sociais para publicar uma foto diretamente da Santa Casa de São Paulo, onde foi internado, na noite deste domingo, para tranquilizar os torcedores. Os exames não apontaram nenhuma lesão.

"Graças a Deus não houve nada, estou bem. Obrigado pelo apoio, galera. Toda honra e toda glória é a sua Senhor. Obrigado aos meus companheiros e à nação santista. Jesus, eu te amo", escreveu o jogador.

O volante é uma das apostas do técnico Dorival Júnior. Presente em todas as categorias de base da seleção brasileira, o volante venceu a disputa com Lucas Otávio por uma vaga no meio e jogou ao lado de Renato, que voltou após contusão no joelho.

A próxima partida do Santos é contra o Sport, quarta-feira, na Vila Belmiro, pela Copa do Brasil. Caso Thiago Maia não possa atuar, o técnico terá Elano, Lucas Otávio e Leandrinho como opções para o setor.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSantos FCThiago Maia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.