Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians
Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

Corinthians não garante a permanência de Elias no clube

Jogador tem proposta do Hebei China Fortune e ainda definiu futuro

RAPHAEL RAMOS, O Estado de S. Paulo

08 de janeiro de 2016 | 12h41

Depois de perder estrelas do seu elenco nos últimos dias, o Corinthians não garante a permanência de Elias no clube. O jogador tem uma proposta do Hebei China Fortune e ainda definiu o seu futuro. "Não dá para saber. A ideia é que ele fique e esperamos isso, mas a janela de transferências é longa e teremos mais um mês tumultuado", disse nesta sexta-feira o diretor-adjunto de futebol do Corinthians, Eduardo Ferreira.

A multa rescisória de Elias é de 10 milhões de euros (aproximadamente R$ 43 milhões). O Corinthians tem direito a 50% deste valor, caso o atleta seja negociado com o clube chinês. Os cerca de R$ 21,5 milhões restantes pertencem ao Sporting, de Portugal.

O Corinthians foi alvo de vários clubes da China nos últimos dias. Deixaram o Parque São Jorge para jogar no país asiático Jadson, Renato Augusto e Ralf. Além de Elias, o zagueiro Gil também está na mira de clubes chineses.

Segundo Eduardo Ferreira, no entanto, a agitação diminuiu. "Por incrível que pareça, nesta semana são as primeiras 24 horas em que não convivemos com sondagem, nada. Tudo sobre Gil, Cássio e Elias foi sondagem. Para o clube, nada oficial. Eles seguem normalmente", afirmou o dirigente.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCorinthiansElias

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.