Após perder para o lanterna da Série B, Paysandu demite técnico

Após a goleada sofrida na noite do último sábado para o lanterna ABC, por 3 a 0, a diretoria do Paysandu se reuniu neste domingo e decidiu demitir o técnico Givanildo Oliveira para a sequência da Série B do Campeonato Brasileiro.

AE, Agência Estado

28 de julho de 2013 | 20h13

Givanildo de Oliveira é ídolo da torcida do clube, pois esteve à frente do time mais de cinco vezes. Recentemente, ele completou a marca de 200 jogos como treinador do Paysandu, mas não agradou durante esta última passagem.

Ele assumiu o clube em junho, no lugar de Lecheva, para a disputa da Série B. Em oito jogos, o técnico conseguiu uma vitória, dois empates e cinco derrotas. Com isso, o time caiu para a zona de rebaixamento, em 17.º lugar, com nove pontos.

O Paysandu desembarca em Belém na noite deste domingo e segue direto para concentração, visando o duelo contra o Figueirense, na próxima terça-feira, na capital paraense. Na partida, Rogerinho Gameleira, auxiliar técnico, ficará no banco de reservas.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPaysandu

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.