Fabio Motta/Estadão
Fabio Motta/Estadão

Após perder pênalti, Réver diz que Fla sai de cabeça em pé e mira Libertadores

Zagueiro foi um dos que erraram cobranças pelo rubro-negro na final da Taça Guanabara

Estadão Conteudo

05 de março de 2017 | 19h54

O zagueiro Réver desperdiçou uma das cobranças do Flamengo na derrota nos pênaltis para o Fluminense por 4 a 2, neste domingo, após empate por 3 a 3 no tempo regulamentar. O vacilo custou o título da Taça Guanabara, o primeiro turno do Campeonato Carioca.

Mas o jogador evitou lamentar a derrota e preferiu olhar para o bom futebol apresentado pelo time rubro-negro no tempo regulamentar. "Temos que sair de cabeça em pé. Tivemos coisas boas. Acabamos saindo atrás e conseguimos virar, mas depois corremos atrás novamente. A equipe foi aguerrida. O Fluminense foi eficiente nos pênaltis", comentou.

Outro jogador que errou a penalidade foi o companheiro de zaga, Rafael Vaz, que mandou a cobrança para fora. Réver chutou no meio e o goleiro Júlio César defendeu com os pés. No tempo normal, foram duas viradas.

O Flu saiu na frente com Wellington Silva. O Fla empatou e virou com William Arão e Everton. O time tricolor voltou a ficar na frente com Henrique Dourado e Lucas. A equipe rubro-negra levou a partida para os pênaltis com um gol de Paolo Guerrero.

Após a participação neste grande clássico, Réver, que carrega também a braçadeira de capitão do Flamengo, fez questão de destacar que agora a preocupação de todo o elenco está na estreia da Libertadores.

O Flamengo receberá o San Lorenzo, da Argentina, na próxima quarta-feira, no Maracanã, em duelo válido pelo Grupo 4, que conta ainda com Atlético-PR e Universidad Católica. "Agora vamos virar a chave para a Libertadores, pois temos um jogo duro na estreia. Nosso objetivo é começar bem na Libertadores", finalizou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.