Rodrigo Coca / Corinthians
Rodrigo Coca / Corinthians

Após polêmica com a Anvisa e corte de jogo, Willian é relacionado no Corinthians

Atacante deve estrear neste domingo, quando o time alvinegro enfrenta o América-MG

Redação, Estadão Conteúdo

18 de setembro de 2021 | 15h11

O meia Willian tem tudo para fazer sua reestreia pelo Corinthians neste domingo, na Neo Química Arena, diante do América-MG, pelo Brasileirão. Após polêmica com a Anvisa, que acabou com corte do jogo diante do Atlético-GO, na rodada passada, o camisa 10 está entre os relacionados pelo técnico Sylvinho.

Willian tinha trabalhado em toda a preparação para o jogo contra o Atlético-GO, na segunda-feira passada, mas a Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa) comunicou o Corinthians, na concentração, que a escalação não seria possível pelo fato de ele não ter cumprido os 14 dias de quarentena previstos para pessoas que vêm da Inglaterra, África do Sul ou Índia.

O Corinthians cumpriu as recomendações, mas postou um protesto por não ter recebido o mesmo tratamento de outros rivais. Citava o Flamengo, que utilizou o também meia Andreas Pereira diante do Santos. A Anvisa reconheceu o erro de não notificar os cariocas.

Desta vez, o clube fez questão de destacar Willian ao anunciar os relacionados para o jogo deste domingo, em casa, às 18h15. Com o camisa 10 liberado, Sylvinho pode ter pela primeira vez em campo seu quarteto de reforços. Além do meia, Renato Augusto, Giuliano e Roger Guedes estão entre os relacionados para a partida.

Com 29 pontos somados, a ordem é evitar novo tropeço em casa após 1 a 1 com Juventude para não sair na sexta colocação do Brasileirão que hoje garante uma vaga na Libertadores de 2022, a grande meta corintiana.

O Corinthians deve entrar em campo contra os mineiros, o reencontro com o técnico Vágner Mancini, com Cássio; Fágner, João Victor, Gil e Fábio Santos; Gabriel, Giuliano, Renato Augusto (Gustavo Silva) e Willian; Roger Guedes e Jô.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.