Alexandre Vidal/Flamengo
Alexandre Vidal/Flamengo

Após polêmica com Pedro, Flamengo encara Juventude em 1º teste fora de casa

Os dois jogos adiados do atual bicampeão brasileiro eram justamente longe do Maracanã: Grêmio e Athletico-PR

Felipe Rosa Mendes, Estadão Conteúdo

27 de junho de 2021 | 09h42

Superada a polêmica protagonizada por Pedro, o Flamengo volta a campo na manhã deste domingo, às 11 horas, para encarar o Juventude, no estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS). Tentando embalar no Brasileirão, a equipe carioca jogará fora de casa pela primeira vez no campeonato.

A estreia fora somente na sétima rodada tem explicação. Os dois jogos adiados do atual bicampeão brasileiro eram longe do Maracanã: Grêmio, pela segunda rodada, e Athletico-PR, pela quarta. As partidas foram transferidas pela CBF porque o time carioca foi o que mais cedeu jogadores para a seleção brasileira nas Eliminatórias da Copa do Mundo e também para amistosos da seleção olímpica.

Assim, o time de Rogério Ceni será testado pela primeira vez longe de casa. E terá mudanças, na defesa e no meio-campo. O treinador vai poupar o zagueiro Rodrigo Caio, que sequer foi relacionado. Gustavo Henrique formará dupla com William Arão. E, com a saída de Gerson para o Olympique de Marselha, Ceni deve escolher entre Gomes e Thiago Maia.

Maia é o substituto natural de Gerson, mas se recuperou recentemente de lesão e ainda não tem ritmo de jogo. Assim, deve entrar somente no segundo tempo. No ataque, Ceni não deve fazer mudanças, apesar da insatisfação declarada com a postura de Pedro ao fim da vitória sobre o Fortaleza por 2 a 1, na noite de quarta.

Irritado por ter sido substituído no segundo tempo, o atacante chutou copos de água na beira do gramado, atirou longe a caneleira e soltou palavrões no banco. Na entrevista coletiva, Ceni classificou a atitude do jogador de "cena lamentável" e desrespeitosa com os demais jogadores da equipe. Na quinta, porém, os dois conversaram e resolveram a situação.

O jogador foi convocado para defender a seleção na Olimpíada de Tóquio, mas o Fla tenta convencer a CBF a liberá-lo, a contragosto do próprio atleta. Nas redes sociais, o atacante havia comemorado a convocação, no início do mês, o que criou constrangimento com a direção do Flamengo.

Se vencer a segunda seguida, o time carioca entrará na briga pelas primeiras posições da tabela, mesmo tendo ainda dois jogos a menos que os principais rivais - soma no momento nove pontos. Já o Juventude tem seis pontos em seis jogos, mais perto da zona de rebaixamento.

Neste domingo, a equipe gaúcha terá um reforço importante. Suspenso na última rodada, quando o Juventude empatou por 1 a 1 com o América-MG, o volante Guilherme Castilho fica à disposição e deve voltar ao time titular. Com isso, Matheus Jesus retorna ao banco.

João Paulo, que defenderá o Goiás no restante da temporada, e Yago, lesionado, são as baixas do time. Buscando surpreender o Fla e se distanciar da zona de rebaixamento, o Juventude deve ir a campo com força máxima, mantendo a mesma base da última rodada.

"Tenho convicção do que está sendo feito. Diante das dificuldades, temos pontuação melhor que muitos times do cenário nacional com orçamento muito maior que o do Juventude. Não vai ser fácil, mas vamos estar fora do Z-4 na rodada final e não vamos cair. Estamos no caminho certo para o Juventude permanecer na Série A", avaliou o treinador Marquinhos Santos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.