Gabriela Biló/Estadão
Gabriela Biló/Estadão

Após polêmica, prefeito do Rio cede terreno para construção de CT do Vasco

Marcelo Crivella assina cessão de espaço para equipe no bairro de Jacarepaguá, na zona oeste da cidade

Redação, Estadão Conteúdo

30 de maio de 2019 | 12h46

Dois dias após gerar polêmica com uma criticada declaração sobre o Vasco, o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (PRB), assinou nesta quinta-feira a cessão de um terreno em Jacarepaguá, na zona oeste da cidade, ao clube carioca. No local, o Vasco vai construir um novo centro de treinamento. O time treina atualmente em Vargem Grande.

A assinatura aconteceu em evento realizado no Palácio da Cidade, em Botafogo. Além do prefeito, estiveram presentes no local o presidente do Vasco, Alexandre Campello, o vereador Alexandre Isquierdo e os jogadores Leandro Castan e Ramon.

"Acho que esse é um passo importante para um clube que ao longo de 120 anos valoriza a formação de atletas não só do futebol, mas de outras modalidades esportivas. Ter essa ajuda da prefeitura, em ceder este terreno, onde o CT será construído, é um passo importante", disse Campello, ao justificar a ajuda da prefeitura.

"O Vasco investe muito no social. Tem uma escola dentro de São Januário, dá oportunidade a mais de 250 crianças em receberem um ensino de qualidade. Este movimento é muito importante, especialmente neste momento de reestruturação do clube. É um passo importantíssimo", completou o dirigente vascaíno.

Crivella, por sua vez, exaltou o trabalho social realizado pelo clube. "Quando meninos estiverem ali treinando, jogando e se transformando em astros, vocês sabem, o Vasco cria jogadores para saírem voando e encantar o mundo. Tenham certeza que, diante de Deus, estará gravado para sempre, o ato de vocês. Não consigo, mesmo botafoguense, em não engrandecer ao Vasco. Se tivemos Pelé e outros jogadores negros, foi graças ao Vasco da Gama. Que encarou, saiu do campeonato, levantou seu estádio com doações privadas. É uma marca do Vasco que ninguém apagará. Me sinto honrado de assinar este documento", disse o prefeito.

Há dois dias, ele causou polêmico com o próprio Vasco ao fazer comentários sobre problemas na ciclovia Tim Maia, em São Conrado. "O pessoal está me sugerindo aqui de colocar o nome da ciclovia de Vasco da Gama. Está caindo muito", afirmara.

A diretoria vascaína chegou a emitir comunicado para rebater a declarações: "O Club de Regatas Vasco da Gama repudia a descabida declaração do prefeito Marcelo Crivella e lamenta que o chefe do Poder Executivo Municipal, eleito para zelar pelo bem público e, sobretudo, pela vida dos cidadãos, tenha se referido de forma tão desrespeitosa a uma tragédia com perdas humanas. O Vasco da Gama se solidariza com os parentes e amigos das vítimas da queda da ciclovia Tim Maia".

Tudo o que sabemos sobre:
futebolVascoMarcelo Crivella

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.