Robson Fernandjes/AE
Robson Fernandjes/AE

Após polêmica, Santos decide multar Neymar

Atacante ainda terá de passar por 'mudanças profundas' no comportamento dentro e fora de campo

AE, Agência Estado

16 de setembro de 2010 | 13h37

A atitude intempestiva do atacante Neymar na partida da última quarta-feira à noite, contra o Atlético-GO, na Vila Belmiro, onde ele xingou Dorival Júnior após o técnico impedi-lo de bater um pênalti que foi cobrado por Marcel, terá efeito direto no bolso do jogador. O Santos anunciou no início da tarde desta quinta que o craque será multado e exigirá "mudanças profundas" do comportamento do atleta.

Veja também:

blog Fizeram Neymar acreditar que é mito

linkNeymar admite que errou e pede desculpas

linkPai reconhece erro de Neymar em jogo do Santos

SÉRIE A - tabelaClassificação | listaCalendário/Resultados

"O atacante Neymar infringiu o regulamento interno ao desrespeitar seus companheiros e o técnico Dorival Júnior durante a partida contra o Atlético-GO e será multado em parte de seus vencimentos. O clube exigirá mudanças profundas em seu comportamento dentro e fora de campo, com seus colegas de time e adversários, e estará ao lado do jogador para que este momento de dificuldade seja superado", afirmou o presidente do Santos, Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro, no início da nota assinada por ele e publicada no site oficial do Santos.

Sem revelar o valor da multa que será aplicada a Neymar, o dirigente fez questão de ressaltar a importância que o atacante tem para o Santos, mas deixou claro que está irritado com as últimas atitudes tomadas pelo jogador, que vem se envolvendo em uma série de polêmicas que estão manchando a sua imagem no futebol.

Antes de xingar Dorival Júnior na última quarta, ele se envolveu em uma briga com jogadores do Ceará logo após o final da partida disputada no domingo passado, no Castelão. Ao tentar tirar satisfação com um adversário, acabou desencadeando um conflito que culminou em uma confusão generalizada no gramado em Fortaleza. Na ocasião, o meia Marquinhos, do Santos, disse ter sido agredido nas costas por um policial.

"Consideramos que Neymar é um jovem de talento raro, que certamente está passando por uma fase de radical transformação. Apesar de não concordarmos com suas últimas atitudes, gostaríamos de reiterar publicamente nossa confiança no atleta, nosso carinho neste garoto que encantou a todos que amam o futebol e nossa certeza sobre seu caráter e retidão", reforçou Luis Alvaro, em sua nota oficial.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.