TV Estadão | 20.02.2015
TV Estadão | 20.02.2015

Após polêmica, torcida do São Paulo recua de protesto contra Muricy

Torcida Independente apaga mensagem em que chamava técnico de ultrapassado e troca por promessas de apoio à equipe neste sábado

O Estado de S. Paulo

20 de fevereiro de 2015 | 15h26

A Torcida Independente, organizada do São Paulo, recuou nesta sexta-feira de protesto feito nas redes sociais para pedir a saída do técnico Muricy Ramalho e a contratação de Vanderlei Luxemburgo, do Flamengo. A facção apagou publicações feitas contra o atual comandante e horas depois reiterou que vai apoiar o time neste sábado diante do Audax, no Morumbi, pelo Campeonato Paulista.

"Chega de humilhação! Muricy Ramalho ultrapassado, sem padrão de jogo, não tem mais como ser técnico", diz trecho de comunicado publicado na manhã desta sexta-feira. "Muricy, vá para o seu sítio pescar , descansar e cuidar da saúde. Não manche sua história vitoriosa aqui no clube", comenta outra parte do texto, que foi apagado horas depois.

Na sequência, a torcida escreveu recados de apoio. "Será que devemos dar um voto de confiança a todos jogadores e comissão técnica? Cobrança e pressão tem que existir!", afirma o comunicado. "O recado foi dado. Estamos fechados com o time e técnico. Vamos apoiar os noventa minutos", diz o texto, que reitera ainda que o clube não está em crise.

Depois da derrota por 2 a 0 para o Corinthians, pela Libertadores, o elenco se reuniu com o técnico para conversar durante 30 minutos antes do treino desta sexta-feira. O treinador pediu mais participação aos atletas e para que eles conversem mais entre si dentro de campo para cobrar e evitar novas atuações apáticas.


Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.