Paulo Fernandes / vasco.com.br
Paulo Fernandes / vasco.com.br

Após polêmica, Vasco e Bangu estreiam com portões fechados em São Januário

Time cruzmaltino será muito diferente do que alcançou a classificação para a Libertadores no Brasileirão

Marcio Dolzan, Estadão Conteúdo

18 Janeiro 2018 | 07h46

Em meio à muita polêmica fora de campo, que quase causou o adiamento da partida, Vasco e Bangu jogam nesta quinta-feira, às 19h30, com portões fechados, no estádio de São Januário, no Rio de Janeiro, na estreia dos times no Campeonato Carioca. Apesar de estar em meio à preparação para a disputa da fase preliminar da Copa Libertadores, o clube cruzmaltino irá a campo com o que tem de melhor.

+ Erazo garante estar pronto para estrear pelo Vasco nesta quinta

+ Wagner projeta protagonismo e ano livre de lesões no Vasco

A partida desta quinta-feira, por pouco, foi adiada. Com um hiato na administração - o mandato de Eurico Miranda encerrou na última terça e o novo presidente só tomará posse na próxima semana -, o agora ex-mandatário afirmou que não tinha mais responsabilidade sobre o clube e, por isso, não podia garantir a realização do jogo, principalmente por questões de segurança.

O imbróglio só foi resolvido na noite desta quarta-feira, após reunião na sede da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj). Ficou decidido que o jogo será sem a presença de torcidas.

Dentro de campo, o time será diferente daquele que conseguiu uma boa arrancada na reta final do último Campeonato Brasileiro. Ao todo, 14 jogadores deixaram o elenco, enquanto sete foram apresentados. Nem todos estarão em campo nesta quinta-feira.

Entre os remanescentes, o meia Wagner está confiante. "A expectativa é boa. A equipe está madura, tem mais jogadores novos do que tivemos no ano passado", disse o jogador. "Nosso foco principal é a Libertadores, não vamos mentir. Mas queremos pegar esses jogos iniciais pelo Carioca e ter um bom aproveitamento".

Quem poderá fazer a estreia pelo time é o zagueiro Erazo. Contratado por empréstimo junto ao Atlético Mineiro, o equatoriano chegou a viajar com a equipe mineira para a disputa da Florida Cup, nos Estados Unidos, e garante estar em forma. A tendência, contudo, é que espere por uma chance no banco de reservas.

No Bangu, o discurso é de jogar pela vitória. "Não podemos ter meio termo. A gente sempre tem que focar e almejar o melhor resultado possível. Sabemos que será um jogo difícil, o Vasco terminou o ano em alta e tem uma grande equipe. Mas sempre digo que devemos buscar iniciar as competições com o pé direito", afirmou o zagueiro Michel.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.