Após pressão de Mourinho, Valdano é demitido do Real

O técnico José Mourinho está cada vez mais perto de atingir o seu tão sonhado posto de manager do Real Madrid. Nesta quarta-feira, o presidente Florentino Pérez anunciou a demissão do diretor geral Jorge Valdano, então homem forte do futebol da equipe vice-campeã espanhola.

AE, Agência Estado

25 de maio de 2011 | 20h22

Praticamente desde que chegou a Madri, Mourinho vinha batendo de frente com o argentino Valdano. A saída do dirigente abre as portas para que o técnico português tenha controle total sobre o departamento de futebol do Real.

"O Mourinho ganhou uma autonomia da nossa gestão esportiva similar à dos clubes ingleses. Apostamos no melhor técnico do mundo e queremos que ele permaneça muitos anos conosco", disse o Pérez em coletiva de imprensa nesta tarde.

De acordo com o mandatário do Real Madrid, a saída de Valdano, que estava no clube há dois anos, deste que Pérez voltou à presidência, se deu porque, durante a temporada, foram constatadas diversas disfunções em um modelo que havia funcionado bem desde então.

O departamento que Jorge Valdano liderava foi fechado e suas competências passam a fazer parte da direção desportiva do clube, encabeçada por José Ángel Sánchez, que é quem, teoricamente, vai ser o superior de José Mourinho.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolJosé MourinhoReal Madrid

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.