Após punição, STJD libera atletas de Grêmio e Botafogo

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) concedeu efeito suspensivo aos jogadores Léo, Réver e Morales, do Grêmio, e Carlos Alberto e Jorge Henrique, do Botafogo, nesta quinta-feira. Com a decisão, os atletas poderão atuar no Brasileirão, enquanto aguardam o julgamento dos recursos dos clubes, ainda sem data marcada.A decisão ocorre um dia depois do STJD punir Jorge Henrique e Léo com suspensão de 120 dias, enquanto Carlos Alberto e Morales foram suspensos por oito jogos. Réver havia recebido três partidas de gancho. "Foi tão violenta a decisão de ontem (quarta-feira), que o Brasil inteiro se mobilizou a favor do Grêmio", declarou o presidente do Grêmio, Paulo Odone. Com o efeito suspensivo, o time gaúcho poderá contar com Morales, Léo e Réver para o confronto com a Portuguesa, domingo, no Canindé. "Eles sabem que estão na alça de mira de todos, portanto, os cuidados devem ser redobrados", avisou o presidente do Grêmio, se referindo a futuras suspensões. Já o técnico do Botafogo, Ney Franco, poderá ter o retorno de Jorge Henrique e Carlos Alberto para o jogo diante do Santos, no Estádio Engenhão, no Rio de Janeiro, no sábado, pela 30ª rodada do Brasileirão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.