Rubens Chiri/São PauloFC.net
Rubens Chiri/São PauloFC.net

Após quatro jogos, São Paulo terá mudança no meio de campo

Daniel Alves está com a seleção brasileira e será desfalque para a partida contra o Internacional

Guilherme Amaro, O Estado de S.Paulo

03 de setembro de 2019 | 04h30

No dia 18 de agosto, o técnico Cuca surpreendeu ao escalar o São Paulo com um meio de campo sem um primeiro volante na partida diante do Ceará. O treinador recuou Tchê Tchê e colocou Liziero ao lado de Daniel Alves por dentro. A mudança agradou, e o setor foi o único que se manteve nos últimos quatro jogos. Para o confronto com o Internacional, sábado, no Beira-Rio, porém, Daniel Alves será desfalque porque está com a seleção brasileira.

Com a equipe mais leve, o São Paulo venceu o Ceará e o Athletico-PR por 1 a 0, perdeu para o Vasco por 2 a 0 e empatou com o Grêmio por 0 a 0. Cuca vem sofrendo com desfalques nos últimos jogos, tanto por causa de lesão quanto por suspensão.

Para a partida contra o Internacional, Everton surge como alternativa para atuar no meio de campo. Outra opção é voltar a escalar Luan como primeiro volante e avançar Tchê Tchê. Cuca terá mais quatro dias para preparar a equipe para o duelo em Porto Alegre.

Além da mudança no meio de campo, o São Paulo também terá alteração no ataque. Antony está com a seleção brasileira olímpica (estaria suspenso de qualquer forma), e Raniel volta a ficar à disposição após cumprir suspensão.

Uma provável escalação para o jogo contra o Inter tem: Tiago Volpi, Juanfran, Anderson Martins (Bruno Alves), Arboleda e Reinaldo; Tchê Tchê, Liziero e Everton; Vitor Bueno, Helinho e Raniel (Pablo). O elenco volta a treinar na tarde desta terça-feira, no CT da Barra Funda.

A partida contra o Internacional será realizada no sábado, às 19h, no Beira-Rio, pela 18.ª rodada do Campeonato Brasileiro. A equipe tricolor está em quarto lugar na tabela, com 31 pontos, cinco a menos do que o líder Flamengo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.