Odd Andersen/AFP Photo
Odd Andersen/AFP Photo

Após quebrar nariz, alemão Rudy é operado e usará máscara facial contra a Coreia

Meia sofreu fratura após ter seu rosto chutado por adversário sueco

Estadão Conteúdo

24 Junho 2018 | 12h58

A Federação Alemã de Futebol (DFB, na sigla em alemão) confirmou que o meio-campista Sebastian Rudy foi submetido neste domingo a uma cirurgia depois de ter fraturado o nariz durante o jogo em que a Alemanha venceu a Suécia por 2 a 1, de virada, no último sábado, em Sochi, e aumentou as suas chances de se classificar às oitavas de final da Copa do Mundo da Rússia.

+ Queiroz promete Irã forte contra Portugal: 'Não somos perdedores simpáticos'

+ Tabárez minimiza pouco brilho do Uruguai: 'Na Copa América de 2011 foi assim'

+ Seleção faz treino fechado sem os lesionados Danilo e Douglas Costa

Por meio de comunicado divulgado em seu site oficial, a entidade também informou que o atleta poderá estar em campo no confronto decisivo de quarta-feira, às 11 horas (de Brasília), contra a Coreia do Sul, em Kazan, pela rodada final do Grupo F do Mundial.

Para isso, a DFB explicou que Rudy usará uma máscara facial para proteger o local operado. No duelo diante dos suecos, o jogador quebrou o nariz ao ser atingido de forma acidental pela chuteira do adversário Ola Toivonen. Por causa do problema, ele acabou sendo substituído por Ilkay Gündogan já aos 31 minutos do primeiro tempo.

Toivonen, por sinal, foi o autor do primeiro gol do jogo, marcado também na etapa inicial, antes de a Alemanha buscar uma heroica virada no segundo tempo, fazendo o segundo gol então quando estava com um homem a menos depois da expulsão do zagueiro Boateng.

 

Com o triunfo de sábado, a seleção alemã assumiu a segunda posição do Grupo F da Copa do Mundo, com três pontos, ficando à frente dos suecos apenas nos critérios de desempate. O México é o líder, com seis pontos, mas ainda não garantiu classificação às oitavas de final. Também às 11 horas de quarta-feira, os mexicanos enfrentam os suecos em Ecaterimburgo no outro confronto que fechará esta chave da competição.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.