Ricardo Duarte/ SC Internacional
Ricardo Duarte/ SC Internacional

Após queda nos pênaltis, Patrick elogia atuação do Internacional

Equipe colorada conseguiu vencer o Boca Juniors em La Bombonera e levou a decisão para os pênaltis

Redação, Estadão Conteúdo

10 de dezembro de 2020 | 01h10

O Internacional lutou do começo ao fim, saiu vitorioso do duelo de volta, mas acabou eliminado nos pênaltis nas oitavas de final da Copa Libertadores. Depois de perder na ida por 1 a 0 em Porto Alegre, na última semana, o time gaúcho conseguiu devolver o placar ao vencer o Boca Juniors no tempo regulamentar, em La Bombonera. Mas falhou mais uma vez nos pênaltis, desta vez por 5 a 4.

Na visão do meia Patrick, apesar da eliminação, a vitória tem que ser motivo de orgulho para o Internacional, afinal o time dominou boa parte dos 90 minutos e mostrou bom futebol. Mesmo triste com a queda na competição mais importante do ano, ele quer que a equipe mantenha esse espírito agora no Brasileirão.

"Triste pelo resultado. Conseguimos reverter, vencer a partida, mas ficamos de fora nos pênaltis. Tristes pela não classificação, mas entregamos tudo o que podíamos. A gente fez de tudo, conseguimos uma vitória na casa deles, mas a derrota em casa pesou. Prefiro perder jogando como jogamos hoje do que perder sem fazer nada. Agora vamos focar na briga pelo título do Brasileirão que é o que nos resta", disse o jogador em entrevista à Conmebol TV.

Esta é a segunda eliminação da equipe do técnico Abel Braga nos pênaltis. Recentemente, o Inter também foi eliminado nas quartas de final da Copa do Brasil, pelo América-MG, também nas penalidades. Na ocasião, aconteceu a mesma coisa, o Inter perdeu o jogo de ida por 1 a 0, devolveu o placar fora de casa, mas acabou eliminado nos pênaltis por 6 a 5.

Agora com foco único no Brasileirão, a equipe volta a campo no próximo sábado (12), às 19h, quando recebe o Botafogo no Estádio Beira-Rio. Atualmente, o Inter é sexto colocado do Brasileirão, com 38 pontos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.