Após Real encerrar contratações, PSG também diz que não trará ninguém

Desde junho de 2011, o time francês investia pesado em novas contratações

AE, Agência Estado

10 de janeiro de 2014 | 17h26

PARIS - Depois do Real Madrid afirmar que não iria contratar ninguém nesta janela europeia de transferências, nesta sexta-feira foi a vez de o Paris Saint-Germain se pronunciar no mesmo sentido. De acordo com o técnico Laurent Blanc, não há por que o PSG se preocupar em realizar novas contratações.

"É uma boa equipe, compatível e forte. Estou muito relaxado quanto à janela de transferências. Não preciso urgentemente de jogadores", disse Blanc, nesta sexta-feira, em coletiva de imprensa.

Desde que foi adquirido por um empresário do Catar, em junho de 2011, o PSG não havia parado de torrar dinheiro em contratações. Só na última janela de transferências, no meio do ano, os franceses contrataram o atacante uruguaio Edinson Cavani, o zagueiro brasileiro Marquinhos e o lateral francês Digne. As três negociações, juntas, custaram cerca de 114 milhões de euros.

Nos últimos dias, a imprensa inglesa ligou o PSG ao atacante Juan Mata, que entrou em rota de colisão com José Mourinho no Chelsea, e ao atacante Eden Hazard, destaque da equipe de Londres no último semestre. Blanc negou interesse na dupla.

Tudo o que sabemos sobre:
futinterfutebolPSGCampeonato Francês

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.