Felipe Oliveira/EC Bahia
Felipe Oliveira/EC Bahia

Após rebaixamento, Bahia e Vitória tentam recomeço no estadual

Times caíram para a Série B no Campeonato Brasileiro e passaram por profunda reformulação em seus elencos para a temporada

Tiago Décimo - Salvador, O Estado de S. Paulo

31 de janeiro de 2015 | 07h00

Bahia e Vitória, iniciam o Campeonato Baiano, neste fim de semana, tentando apagar as más campanhas que tiveram em 2014. Rebaixados para a Série B do Campeonato Brasileiro na última edição da competição nacional, os times começam a temporada reformulados, com o objetivo de conquistar o estadual e brigar pelo acesso à divisão de elite do principal torneiro do País no segundo semestre.

As duas equipes estreiam novos técnicos no campeonato estadual. À frente do Vitória, Ricardo Drubskcy, que estava sem clube - o último a dirigir foi o Goiás, no ano passado -, terá à disposição a base do elenco do ano passado, com alguns reforços de nome. Os que mais chamam a atenção são o veterano meia Jorge Wagner, vindo do futebol japonês, e os retornos dos atacantes Neto Baiano, que na última temporada defendeu o Sport, e Elton, que estava no Flamengo e assinou contrato nesta sexta-feira. Os dois primeiros devem ser titulares já na primeira partida, contra o Bahia de Feira de Santana, no domingo, às 18h30, no Barradão.

Já no Bahia, o técnico Sérgio Soares, que comandou a maior parte da boa campanha do Ceará na Série B do ano passado, não vai contar com várias referências do time no ano passado, como o goleiro Marcelo Lomba, que fechou contrato com a Ponte Preta, e os volantes Uelliton, que acertou com o Avaí, e Fahel, que não teve o contrato renovado pela diretoria.


O treinador vai comandar uma equipe que mescla a juventude de jogadores da base do clube, como o lateral direito Railan, o volante Feijão e o meia Rômulo, com atletas mais experientes recém-contratados, como o zagueiro Chicão, vindo do Flamengo, os meias Tiago Real, do Palmeiras, e Tchô, do América-MG, e o atacante Willians Santana, também do América-MG. Todos devem ser titulares na estreia, contra o Vitória da Conquista, no domingo, às 16 horas, em Vitória da Conquista, no sul baiano.

O campeonato terá uma fórmula diferente este ano, com a adoção de dois grupos de seis times, que enfrentam apenas equipes do outro grupo, em turno único. Os oito times com melhor pontuação ao fim desta primeira fase, independente do grupo em que estejam, avançam à fase seguinte, que passa a ser disputada em formato de mata-mata, das quartas de final até a final, em 3 de maio, com jogos de ida e volta. Os quatro últimos colocados também se enfrentam, em partidas de ida e volta, para definir quais serão os dois rebaixados para a segunda divisão estadual.

Tudo o que sabemos sobre:
BahiaVitóriaCampeonato BaianoFutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.