Fluminense/ Divulgação
Fluminense/ Divulgação

Após receber dica de Abel, Scarpa celebra golaço: 'Entrei para a história'

Equipe goleia e vence por 5 a 2 sobre o potiguar Globo

Estadao Conteudo

16 Fevereiro 2017 | 09h02

A fácil classificação do Fluminense para a segunda fase da Copa do Brasil acabou ficando marcada pelo golaço marcado por Gustavo Scarpa na expressiva vitória por 5 a 2 sobre o potiguar Globo, em Ceará-Mirim, na noite de quarta-feira. O chute de antes do meio-de-campo do meia aos 18 minutos do segundo tempo surpreendeu o goleiro Rafael e foi, claro, o assunto mais comentado e festejado pelos jogadores e membros da comissão técnica após a partida.

"Estou muito feliz. Golaço. Entrei para a história, foi importante demais. Eu estava vendo o goleiro já tinha um tempo. Peguei umas três bolas e fiquei olhando, mas nessa aí não teve como. tive que aproveitar. Inesquecível. Vou guardar a chuteira, guardar na mente, na memória essa data. Eu fico muito feliz. Vai ser difícil dormir hoje, porque é um momento muito bacana pra mim", comentou Scarpa, que foi aplaudido até pelos torcedores do time da casa.

A ideia de arriscar uma finalização de tão longe deve ter surgido durante a preleção, pois o técnico Abel Braga orientou os jogadores sobre o posicionamento adiantado do goleiro do Globo. Foi o que revelou o próprio treinador em sua entrevista coletiva, aproveitando para exaltar Gustavo Scarpa.


"Pode perguntar ao Scarpa o que foi conversado sobre o goleiro jogar adiantado, do vento. (Mas ele tem) muita leitura de jogo, muita categoria para fazer um gol daquele. A bola não entrou lenta, ela entrou muito forte. Está de parabéns o garoto, está voltando a ser o Scarpa que todo mundo conhece. E uma coisa boa: como outros jogadores também estão bem, diminui um pouco a responsabilidade dele - disse.

Satisfeito com a evolução do time, Abel até minimizou o pênalti desperdiçado pelo equatoriano Sornoza e preferiu elogiar o empenho exibido pelos jogadores. Além disso, já adiantou que vai poupar os titulares no próximo sábado, no duelo com o Volta Redonda, pelo Campeonato Carioca.

"Não me preocupo quando perde gol, quando perde jogo, pênalti. Agora as coisas tem que ser feitas com simplicidade. Esse é o grande negócio, a movimentação, a marcação legal, todo mundo se ajudando. O que o Dourado recuperou de bola hoje foi uma coisa incrível. Estão de parabéns e vão descansar no fim de semana. Ótimo para mim esse jogo de sábado. Não vamos querer perder a invencibilidade, vamos com tudo. Mas vai ser bom para poder observar outros jogadores. É pressão para quem vai jogar. A invencibilidade está em jogo, ainda não sofremos gols no Carioca e temos que tentar continuar dessa maneira", afirmou.

Mais conteúdo sobre:
futebolFluminenseAbel Braga

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.