Guilherme Dorigatti/ Pontepress
Guilherme Dorigatti/ Pontepress

Após sondagens, Ponte confirma Rhayner até o fim do Brasileirão

'Quem seguir meu caminho, fica. Quem não quiser seguir, sai', afirmou o técnico Eduardo Baptista

Estadão Conteúdo

11 de julho de 2016 | 16h10

Após não ser relacionado por seis jogos seguidos do Brasileirão, o atacante Rhayner enfim voltou a atuar pela Ponte Preta. Ele entrou no segundo tempo na vitória por 2 a 1 diante do Sport, no último sábado, no estádio Moisés Lucarelli, e mostrou ter total confiança do técnico Eduardo Baptista, que garantiu sua permanência no clube até o final da temporada. O atleta vinha sendo disputado por Vitória e Santa Cruz.

"Quem seguir meu caminho, fica. Quem não quiser seguir, sai. Mas gosto das qualidades do Rhayner e ele fica. É um jogador que teve sondagens e foi muito assediado porque tem qualidade. A gente precisa do elenco fechado. Tivemos uma conversa franca. Ele mostrou que não quer sair e fica até o final", decretou o técnico Eduardo Baptista.

O time campineiro, inclusive, fechou o seu elenco para a disputa da competição e vem fazendo uma grande campanha. A Ponte Preta está na quinta colocação, com 23 pontos, mesma pontuação do Flamengo, mas com desvantagem no saldo de gols. Isso após três vitórias seguidas sobre Santa Cruz, São Paulo e Sport.

Mais tranquilo no Brasileiro, o time agora foca suas atenções para a disputa da Copa do Brasil. Na quarta-feira vai enfrentar o Figueirense, em Florianópolis (SC), no jogo de ida da terceira fase.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.