JF Diorio/Estadão
JF Diorio/Estadão

Após reestreia, Cañete mira vaga no São Paulo em 2013

O meia comemora a primeira partida no clube depois de meses afastado

AE, Agência Estado

26 de novembro de 2012 | 16h38

SÃO PAULO - Foram quase 13 meses afastado dos gramados. O argentino Marcelo Cañete voltou aos campos neste domingo, diante da Ponte, depois de mais de um ano afastado por conta de uma cirurgia no ligamento cruzado posterior do joelho direito.

No clube desde junho do ano passado, Cañete recebe um cuidado especial no São Paulo. Primeiro, ficou um mês só treinando. Depois, um mês ficando no banco até estrear contra o Fluminense, no fim de agosto de 2011. Em seguida sentiu lesão muscular e só voltou a campo dois meses depois. Mas ficou em campo apenas 26 minutos diante do Vasco até se machucar.

Entre a cirurgia, fisioterapia, recuperar a forma física e estar pronto para reestrear passaram-se 13 meses sem sequer ir para o banco. O jogador estava desacostumado com o que viveu domingo no Moisés Lucarelli. "Foi um dia muito nervoso para mim. Estava com muita vontade de jogar, pois há tempos não entrava no estádio, não sentia o clima de uma partida. Fiquei muito feliz e me senti super bem. Falta ritmo de jogo, mas vou buscar isso também", ressaltou Cañete.

O jogador pôde comemorar uma novidade: pela primeira vez jogou pelo São Paulo e não se machucou. "Foi uma partida de muito pegada, com intensidade. Tentei fazer meu melhor. Foi uma estreia para mim. Nos outros jogos eu me machuquei e agora não senti nada e fui bem. Corri e me movimentei bastante em campo", comentou o meia.

Apesar da concorrência de Ganso e Jadson, ele espera jogar com frequência em 2013 e brigar por um espaço no time. "Quero terminar esse ano da melhor maneira possível. Vou buscar minha melhor forma física e um lugar na equipe em 2013. Se Deus quiser, tudo vai dar certo."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.