Divulgação
Divulgação

São Paulo ganha quase 10 mil novos sócios-torcedores em 3 dias

Após reformulação do programa, clube já é o 6º no 'Torcedômetro'

O Estado de S. Paulo

17 de julho de 2015 | 12h12

Após anunciar a reformulação do programa sócio-torcedor, o São Paulo já começa a colher os frutos. Em apenas três dias, o time do Morumbi ganhou 9.287 novos associados e ultrapassou o Flamengo no 'Torcedômetro'. Com 64.367 sócios no total, agora o São Paulo tem o sexto maior programa sócio-torcedor do Brasil.

O clube paulista ainda fica atrás de Internacional (146.820), Palmeiras (129.583), Corinthians (105.391), Grêmio (84.071) e Cruzeiro (71.611) em número de sócios. Com 64.152, o Flamengo ficou para trás no ranking. Em termos mundiais, o São Paulo também ultrapassou o San Lorenzo, da Argentina, e agora é o 21º colocado.

O clube é pioneiro em fidelização de torcedores, tendo seu programa iniciado ainda em 1999. Porém, os próprios dirigentes admitem que, nos últimos anos, foram ultrapassados pelos principais rivais, como Corinthians e Palmeiras.

Na última terça-feira, foi lançado o novo programa de sócio-torcedor do São Paulo, que foi a grande alavanca para o 'boom' repentino de novos associados. A diretoria traçou a meta de dobrar o número de sócios até o fim do ano, ultrapassar a barreira dos 100 mil e lucrar R$ 40 milhões com a reformulação. São 8 opções diferentes de planos com custo mensal entre R$ 12 e R$ 489.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.