Após rejeitar intervenção, Guatemala leva suspensão da Fifa

A Fifa anunciou nesta sexta-feira que suspendeu a Guatemala das competições internacionais. A federação de futebol do país sofreu a punição por ter rejeitado a intervenção sugerida pela entidade internacional.

Agência Estado, Estadão Conteúdo

28 Outubro 2016 | 19h48

O processo de intervenção tivera início em dezembro do ano passado. A Fifa apresentou um "comitê de normalização" para gerir a entidade temporariamente, com decisões na parte financeira. O objetivo seria organizar novas eleições e modernizar seu estatuto, após imbróglio judicial envolvendo dirigentes da entidade nacional.

No entanto, o "comitê de normalização" foi rejeitado pela federação guatemalteca, gerando a suspensão da Fifa. "A suspensão será retirada somente se a diretoria da federação aprovar mandato para estender o mandato do comitê até 31 de julho de 2017", afirmou a Fifa, em comunicado.

A punição anunciada nesta sexta não deve trazer maior prejuízo para a Guatemala nos gramados, uma vez que a seleção masculina já está fora das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018, na Rússia. Mas poderá trazer dificuldades financeiras para a entidade local, que ficará sem receber fundos que a entidade mundial direciona a cada uma de suas afiliadas.

Mais conteúdo sobre:
Fifa Guatemala Copa do Mundo Rússia

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.