Após reunião com diretoria, Cuca decide permanecer no Santos

Treinador havia colocado o seu cargo à disposição após a derrota por 3 a 0 para o Figueirense na quarta-feira

Redação,

17 de julho de 2008 | 15h34

O presidente do Santos, Marcelo Teixeira, anunciou nesta quinta-feira que o técnico Cuca continua no comando da equipe. Depois da derrota nesta quarta para o Figueirense por 3 a 0 em Florianópolis (SC), o treinador havia colocado o cargo à disposição, mas foi convencido pela diretoria a ficar.Veja também: Torcida do Santos protesta no desembarque da equipe Classificação e resultados do Brasileirão Vote: Santos acerta ao manter o técnico Cuca?  "Ele entendeu que a responsabilidade é de todos, e não apenas dele. Cuca não é o único responsável pela crise e sabemos que ele tem a capacidade de colocar o time novamente no caminho das vitórias", afirmou Teixeira.De acordo com o presidente do Santos, seria prejudicial para a equipe interromper o trabalho neste momento. "Depois da derrota para o Figueirense ele estava com a cabeça quente, por isso deixamos para tomar esta decisão aqui em Santos", assinalou.Em oito partidas sob o comando de Cuca, o Santos soma quatro empates e quatro derrotas, com quatro gols marcados e 13 sofridos, tendo um aproveitamento pífio de 16,6% dos pontos disputados, mantendo-se na zona de rebaixamento do Brasileirão (penúltimo lugar, com oito pontos ganhos em 12 rodadas).O próximo compromisso do Santos no Campeonato Brasileiro é no próximo domingo, às 16h, contra o Sport Recife na Vila Belmiro. Nesta partida, o time santista tentará vencer depois de um jejum de quase dois meses. O último triunfo aconteceu no dia 22 de maio (1 a 0 sobre o América do México, pela Copa Libertadores), quando o técnico ainda era Emerson Leão.PROTESTOO desempenho aquém do esperado fez com que 15 torcedores santistas, de uma torcida organizada, perdessem a paciência na chegada da equipe em São Paulo, pedindo atitude para alguns atletas.Curiosamente, a demissão de Cuca não foi pedida. "O Cuca tem crédito, com esses jogadores que ele tem. A culpa não é dele, e ele não teve tempo de fazer o trabalho", afirmaram os torcedores presentes.A torcida não poupou nem mesmo o lateral Kleber, considerado um dos bons jogadores do atual elenco santista. Em meio ao tumulto provocado no saguão de desembarque do time em São Paulo, o jogador afirmou que os torcedores estão "certos em cobrar resultados"."Quando não vem as vitórias que a gente precisa é vergonhoso mesmo. Por isso que a equipe está tão apática assim", afirmou Kleber.

Tudo o que sabemos sobre:
Santos FCBrasileirão Série ACuca

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.