Rubens Chiri/ saopaulofc.net
Rubens Chiri/ saopaulofc.net

Após reunião, diretoria do São Paulo mantém Crespo pelo menos até o clássico

Treinador argentino caiu nas graças do torcedor com a conquista do Paulistão, mas agora recebe fortes críticas internas pelo mau desempenho no Brasileirão

Redação, Estadão Conteúdo

04 de outubro de 2021 | 16h20

A permanência de Hernán Crespo no comando do time do São Paulo após o clássico com o Santos, na quinta-feira, às 18h30, no Morumbi, vai depender de uma atuação convincente. A diretoria do clube esteve reunida, nesta segunda-feira, quando foi discutido o atual momento da equipe no Campeonato Brasileiro e o trabalho do treinador argentino.

Toda esta definição ocorreu no Morumbi, enquanto Crespo recebeu os atletas no CT da Barra Funda, um dia depois do empate, por 1 a 1, diante da Chapecoense, em Chapecó. Unanimidade durante a conquista do Campeonato Paulista, título que não era do São Paulo desde 2005, o técnico perdeu prestígio com as eliminações na Copa do Brasil e, principalmente, na Copa Libertadores, além de atuações ruins no Nacional.

No Brasileiro, competição na qual o time soma 28 pontos e ocupa a 13ª posição, após 23 jogos, a missão de Crespo é obter uma lugar na próxima edição da Libertadores. A ausência no maior torneio sul-americano representaria uma perda importante de dinheiro para o clube tricolor, que passa por sérios problemas financeiros.

Para o duelo com o Santos, no Morumbi, Crespo poderá relacionar Gabriel Sara e Orejuela, desfalques contra a Chapecoense. O técnico ainda vai orientar a equipe mais três vezes antes de entrar em campo pela 24ª rodada do Brasileiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.