Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians
Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians

Após revés, Carille ainda crê no Corinthians na Libertadores: 'Estamos na briga'

Equipe está sete pontos atrás do Santos, quarto colocado no Brasileiro

Estadão Conteúdo

01 Outubro 2016 | 19h58

Apesar da queda de rendimento no Campeonato Brasileiro, o técnico interino do Corinthians, Fábio Carille, ainda acredita que o time vá brigar por uma vaga na Copa Libertadores de 2017. Neste sábado, a sua equipe foi derrotada por 2 a 0 para o Botafogo, no Rio, e chegou ao quinto jogo sem vitórias na competição.

"Temos 30 pontos em disputa. Temos de chegar a 60 pontos, 61 ou talvez menos se for G-5. Estamos na briga", afirmou o treinador após a derrota no estádio Luso Brasileiro. "Também estamos na Copa do Brasil, é um mata-mata e tudo pode acontecer".

Neste domingo, em reunião de seu Comitê Executivo, a Conmebol deve confirmar uma vaga a mais para o Brasil na Libertadores de 2017. Isso faz parte de uma série de mudanças no regulamento da competição anunciadas nesta semana. Uma delas é o aumento de clubes. 

Caso se confirme, a CBF deu sinais de que o G4 do Brasileirão possa virar um G5, ou seja, abriria mais uma vaga na Libertadores através da disputa do Brasileirão.

O Corinthians está com 41 pontos, a sete do Santos (o quarto colocado) e a cinco do Fluminense (o quinto). Para alcançar a meta de Fábio Carille, que é de 60 pontos, o time precisaria conquistar mais 19. Teria de vencer seis e empatar um nos 10 jogos que restam à equipe.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.